ABAS

terça-feira, 4 de abril de 2017

Deputada Federal Luizianne Lins admite disputar prévias com Camilo em 2018

Resultado de imagem para CAMILO E CIRO

Ciro, Lula e Camilo...Foto: Ricardo Stuckert 


A declaração da ex-prefeita foi uma resposta ao apoio do governador a Ciro Gomes para presidente em 2018. Os dois representam polos de divergência dentro do PT, que se prepara para escolher novos dirigentes...

A ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), admite que disputaria prévias contra o governador Camilo Santana em 2018 para garantir o palanque eleitoral de Lula no Ceará. A declaração, feita ontem em campanha em prol de Deodato Ramalho para presidente municipal de Fortaleza, foi resposta ao apoio do governador a Ciro Gomes (PDT) para presidente.
Candidatura de Deodato Ramalho, que conta com apoio de Luizianne, foi lançada na noite de ontem DIVULGAÇÃOCandidatura de Deodato Ramalho, que conta com apoio de Luizianne, foi lançada na noite de ontem DIVULGAÇÃO

Em entrevista às Páginas Azuis do O POVO, Camilo disse que defendia chapa Ciro com Fernando Haddad para vice-presidente em 2018, o que reduziria o protagonismo do PT na disputa. Em polo político oposto ao de Camilo e dos irmãos Ferreira Gomes, Luizianne quer que Lula seja o candidato a presidente.

O Ceará tem sido reduto do PT há anos. Nas eleições de 2014, o eleitorado cearense reelegeu Dilma Rousseff com mais de 70% dos votos válidos no segundo turno.

Na disputa pelo comando do diretório municipal do PT em Fortaleza, Acrísio Sena e Deodato Ramalho também mostram divergências quanto ao apoio à candidatura de Lula em 2018.

De um lado Deodato, nome ligado a Luizianne, fechou questão e declarou suporte incondicional ao ex-presidente. De outro, Acrísio defende que um projeto seja discutido antes de um nome.
Acrísio conta o apoio do governador Camilo Santana, que defende candidatura de Ciro para presidente DIVULGAÇÃO
Acrísio conta o apoio do governador Camilo Santana, que defende candidatura de Ciro para presidente DIVULGAÇÃO





“Nacionalmente, não conheço nenhuma liderança do partido, fora o governador, que tenha feito essa sinalização de que deveria apoiar o Ciro. Ciro tem uma relação instável em relação ao PT e ao Lula, ora dizendo que Lula é uma liderança, ora dizendo que Lula é um desastre. Lula é uma expressão nacional e tem mais identidade com o povo brasileiro”, afirmou. Deodato conta com apoio do senador José Pimentel, de Ronivaldo Maia e do vereador Guilherme Sampaio.

“Temos três candidaturas de companheiros valorosos, mas o que está posto neste momento é a independência do nosso partido e Deodato representa isso”, disse Luizianne. O terceiro nome é Vicente Pinto (Dr. Vicente), que é ligado ao deputado José Airton.

Mais próximo do governador Camilo Santana e do PDT dos Ferreira Gomes, Acrísio admite que é preciso “estudar o projeto do PT para a candidatura de Lula” e que alguns pensam que ele pode representar atraso político. Porém, quando pressionado, recua e atesta apoio ao maior nome do PT.

“Meu voto é o candidato do meu partido. A candidatura do meu partido eu apoio. Isso não interessa. O nome que for do partido nós vamos apoiar”, diz. Ele conta com o apoio do deputado federal José Guimarães, ex-líder de Dilma na Câmara.

Acrísio Sena disse que trabalhará com os ideais de unificar o PT em Fortaleza, fortalecer a independência do partido diante dos governos estaduais ou municipais e promover a “unidade do campo democrático” para 2018 – que se traduz em alianças entre “PT, PCdoB e PDT.

A eleição do novo presidente do diretório municipal, que irá substituir o deputado Elmano de Freitas no cargo, será realizada em 9 de abril. Ontem Acrísio e Deodato lançaram suas candidaturas.
 O POVO

Nenhum comentário: