ABAS

segunda-feira, 24 de abril de 2017

A Prefeita que resolveu enfrentar a crise


Prefeita Inês Oliveira, participa de confraternização na Secretaria de Educação do Município)


Era primeiro de Janeiro de 2017, tomava posse como Prefeita Municipal de Capistrano-CE a Professora Inês Oliveira (PSDB), seu terceiro mandato eletivo (Vereadora, Vice-Prefeita e agora, Prefeita). A sua vitória eleitoral superou a candidatura do maior empresário da cidade, apoiada pelo então governo federal, estadual e municipal. Ganhar a eleição foi apenas um dos primeiros obstáculos, o maior estava por vir.

Ao assumir os trabalhos na Segunda-Feira, dia 02 de Janeiro, a gestora se deparou com uma realidade assustadora. O pagamento dos servidores referente ao mês de Dezembro de 2016 estava atrasado, serviços públicos parados, a cidade completamente tomada de lixo, o Município figurava com um dos maiores índices de transmissão de chikungunya, zica e dengue no Estado do Ceará. A Sede e a Zona Rural do Município estavam tomadas de buracos, o que acarretava sérios prejuízos ás comunidades.

Diante desse caos a Prefeita Inês Oliveira determinou que fosse feita uma ampla análise nas contas públicas e foi aí que ela ficou apavorada, pois o Município estava quebrado, uma dívida enorme que colocava a administração pública em  uma profunda crise financeira.

A Prefeita se assustou, mas não se abateu frente a calamitosa situação. Começou a enfrentar os problemas de cara. Repassou o piso salarial dos professores conforme reajuste nacional (primeira gestão no Ceará), fez uma urgente e necessária limpeza nas vias da cidade. Melhorou o transporte dos pacientes, em especial os que fazem hemodiálise. Parcelou o salário de Dezembro de 2016 em seis parcelas, conforme capacidade financeira da gestão. Vem modernizando a máquina pública e buscando recursos junto ao Governo Federal e Estadual para melhorar as condições de vida de seu povo.

São fatos que não comportam em uma única matéria por mais longa que seja. Hoje em Capistrano-CE há uma gestão municipal que muito vem realizando para tirar a população de uma tremenda crise que mais parece um furacão.         

Nenhum comentário: