ABAS

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Abraço de FH e Lula promove ‘trégua’ na radicalização política, dizem analistas

FH e Lula (Foto: Ricardo Stuckert)
FH e Lula (Foto: Ricardo Stuckert)
Gabriel Cariello, O Globo
Muito mais do que um abraço no momento em que o estado de saúde de dona Marisa Letícia era irreversível, o gesto de solidariedade do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva, foi capaz de enviar uma mensagem de combate à polarização política que marca o debate nacional desde o processo de impeachment de Dilma Rousseff. É o que pensam cientistas políticos ouvidos pelo GLOBO. A imagem que correu as redes sociais provocou manifestações de apoio ao diálogo, inclusive entre os ex-chefes do Executivo.

— É uma mensagem que deve ser assimilada: esse gesto expõe a couraça da população que não tem se deixado sensibilizar pelo valor humano. Percebo uma animalização no que envolve a discussão política. As pessoas parecem ter perdido o senso de alguns valores que devem se sobrepor ao confronto político — afirma Cláudio Gurgel, da Universidade Federal Fluminense.
Nas redes, circulou a imagem do encontro de Lula e FH ao lado de outra foto, de 2008. Na ocasião, os ex-presidentes se abraçaram no velório de Ruth Cardoso, mulher de Fernando Henrique. A visita, daquela vez, era de Lula.

Nenhum comentário: