ABAS

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Curiosidades sobre o Zika Vírus

1. Onde surgiu

O vírus zica em (inglês, Zika virus) foi isolado pela primeira vez em primatas não humanos em Uganda (África), na floresta Zika em 1947, por esse motivo esta denominação.

Chegada do vírus ao Brasil, atualmente, a América Latina vem enfrentando um surto de vírus da ZiKa. Suspeita-se que a entrada do vírus no Brasil tenha se dado durante a Copa do mundo 2014, quando o país recebeu turistas de várias partes do mundo.

A proliferação do zica vírus pelo mundo já é uma realidade que tem deixado em estado de alerta as principais autoridades sanitárias do planeta, como a OMS (Organização Mundial de Saúde) e a Opas (Organização Pan-americana da Saúde). O assunto tem sido manchete nos principais jornais do mundo.  

2. como é transmitido

O principal modo de transmissão descrito do vírus é por vetores
(seres vivos). No entanto, está descrito na literatura científica, a ocorrência de transmissão ocupacional em laboratório de pesquisa, perinatal e sexual, além da possibilidade de transmissão transfusional.

Sendo um dos principais transmissores do vírus Zika o mosquito
Aedes aegypti que também transmiti Dengue e Chikungunya. 

Entenda que não é uma doença contagiosa que passa de uma pessoa para outra, o mosquito não tem o vírus ate picar um ser vivo infectado, assim começa a propagação do vírus. 

3. Sintomas do Vírus

Os sintomas do Zika vírus incluem febre, dor nas articulações e músculos, além de conjuntivite e manchas vermelhas na pele. A doença é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, e os sintomas normalmente surgem 10 dias após a picada.

Os sintomas do Zika vírus são semelhantes aos da Dengue, porém, o Zika vírus é mais fraco e por isso, os sintomas são mais leves e desaparecem entre 4 a 7 dia. 

 4. Não existe vacina ou tratamento

Ainda não há vacina ou tratamento específico. O tratamento mais adequado adotado nós casos sintomáticos recomendado é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados. No entanto, é desaconselhável o uso ou indicação de ácido acetilsalicílico e outros drogas anti-inflamatórias em função do devido ao risco aumentado de complicações hemorrágicas descritas nas infecções por síndrome hemorrágica como ocorre com outros flavivírus.

5. Há como se prevenir contra Zika Vírus

Prevenção é igual a usada contra dengue, acabar com agua armazenada em qualquer tipo de recipiente, impedindo o acesso das fêmeas grávidas por intermédio do uso de telas/capas ou mantendo-se os reservatórios ou qualquer local que possa acumular água, totalmente cobertos. Em caso de alerta ou de elevado risco de transmissão, a proteção individual por meio do uso de repelentes deve ser implementada pelos habitantes.

Individualmente, pode-se utilizar roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia quando os mosquitos são mais ativos podem proporcionar alguma proteção contra as picadas dos mosquitos, além do uso repelentes na pele exposta ou nas roupas.

Fonte: google.com

Nenhum comentário: