ABAS

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Cearense de 131 anos que vive no Acre pode ser o homem mais velho do mundo

José Coelho tem 3 filhos e foi pai pela última vez aos 101 anos. (Foto: Alexandre Santana/Arquivo pessoal)
José Coelho tem 3 filhos e foi pai pela última vez aos 101 anos. (Foto: Alexandre Santana/Arquivo pessoal)

O homem mais velho do mundo reconhecido pelo Guinness Book, o livro dos recordes, é Yasutaro Koide, de 112 anos. Mas o posto do japonês pode estar com os dias contados. Do outro lado do mundo, mais especificamente na região norte do Brasil, vive o ex-seringueiro José Coelho de Souza, que teria 131 anos.
O cearense, natural de Meruoca, mora atualmente no Acre, na comunidade Estirão do Alcântara, na cidade de Sena Madureira. Não bastasse a idade avançada, outra curiosidade: ele foi pai pela última vez aos 101 anos.
Com três filhos, de 40, 37 e 30 anos, e 5 netos, José mora com sua mulher 69 anos mais nova e uma neta de 16 anos, Nayara de Oliveira Sousa. “A história dele é muito sofrida. Ele morava no interior do Ceará e com 11 anos perdeu os pais e ficou órfão. Começou a trabalhar cedo, criou os irmãos e veio para o Acre com 28 anos, para trabalhar na extração de borracha”, conta a neta.
Seringueiro aposentado, o centenário teve que comprovar que ainda estava vivo para continuar recebendo o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Aposentados com idade acima de 90 anos recebem uma visita em domicílio de agentes do órgão, para comprovar que o beneficiário ainda vive, assegurando o recebimento da aposentadoria.
Quando foi feita a visita do INSS à casa de Souza, ele teria 129 anos, mas foi somente após dois anos que o gerente da agência central do INSS em Rio Branco, Kennedy Afonso, deu destaque ao caso, publicando a história em sua página pessoal no Facebook.
“Semana passada, fiz um atendimento corriqueiro em uma APS, uma renovação de procuração. Seria corriqueira se não fosse um detalhe: o titular do benefício nasceu em 10/03/1884. Isso mesmo, 131 anos, 10 meses e 1 dia, ou 48.153 dias de vida. No primeiro momento não acreditei, mas depois meu colega Alexandre Santana mostrou fotos de quando da ação realizada para o seu reconhecimento, feito juntamente com o Poder Judiciário”, declara o servidor em sua publicação, juntamente com registro dos documentos e fotos ao lado do aposentado.
Segundo a certidão de nascimento, Souza nasceu em 10 de março de 1884, e completa 132 anos daqui a dois meses. A neta afirma que o avô nunca teve vícios. Nunca fumou e apenas ingeriu bebidas alcoólicas quando mais novo. Quanto a lucidez, Souza nem sempre reconhece a família e não escuta muito bem. “A rotina dele é normal. Ele come três vezes por dia, arroz, carne, peixe, verduras”.
Ainda segundo Nayara, mesmo com a idade avançada, ele é relativamente saudável e não toma nenhum tipo de medicação. “Há seis anos ele teve um AVC, por isso, não anda mais.  Já teve problema de pressão arterial, mas não toma mais remédio, a pressão dele é de criança!” comemora.
TRIBUNA DO CEARÁ

Nenhum comentário: