ABAS

domingo, 15 de novembro de 2015

A avalanche de rejeitos gerada em Minas Gerais pelo rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, controlada pela Vale e a australiana BPH, causou danos ambientais imensuráveis e irreversíveis.


Homem carrega caixão de Emanuele, 5, vítima da tragédia. / RICARDO MORAES (REUTERS)

Com informações do El PAÍS

Nenhum comentário: