ABAS

sábado, 19 de setembro de 2015

MPCE OFERECE DENÚNCIA CONTRA LEONELZINHO ALENCAR E OUTRAS 18 PESSOAS

            Resultado de imagem para CORRUPÇÃO MP
        O Ministério Público do Estado do Ceará, por intermédio da 18ª Promotoria de Justiça Criminal de Fortaleza, da 24ª Promotoria de Justiça de Fortaleza e da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), ofereceu uma denúncia no último dia 1º contra o ex-vereador Leonelzinho Alencar e outras 18 pessoas. Todos eles são acusados dos crimes de peculato e organização criminosa e parte do grupo é acusada ainda de lavagem de dinheiro. A denúncia se encontra na 18ª Vara Criminal para que o juiz decida sobre o recebimento da acusação. 
            Consta no documento que Leonel Alencar Júnior, durante o exercício de seus dois mandatos de vereador, montou um esquema criminoso que chegava a desviar até R$ 50 mil mensais da verba de gabinete da Câmara Municipal de Fortaleza por meio da contratação de “assessores fantasmas”. Segundo as investigações, o dinheiro que deveria remunerar o trabalho de assessores era desviado pelo ex-vereador para cobrir despesas pessoais diversas, como, por exemplo, a compra de uma camionete  Mitsubishi L200, de um apartamento; mesada para parentes; e até mesmo a manutenção do Instituto Jáder Alencar, em Messejana, que é vinculado à família de Leonelzinho, incluída aí a compra de uma ambulância; além de outros interesses junto à Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). 
            Os promotores de Justiça responsáveis pelo caso descobriram ainda que parte do dinheiro era acumulada para formar “caixa 2” em uma empresa gráfica visando a campanhas eleitorais em relação às quais o ex-vereador chegou a pagar multas aplicadas pela Justiça Eleitoral com a verba desviada. Na denúncia, o MPCE pede a condenção de todos os réus pelos crimes que lhes são atribuídos e também a indisponibilidade dos bens e a condenação deles à perda desses bens para ressarcimento aos cofres públicos.
MP-CE    

Nenhum comentário: