ABAS

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Se não fosse a coragem e o compromisso com a verdade do então presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Desembargador Gerardo Brígido que, denunciou o suposto esquema de venda de habeas corpus nos plantões judiciais, narcotraficantes de outros estados que buscavam transferências para o Ceará, talvez os mesmo já estivessem soltos...


Nenhum comentário: