ABAS

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Lula continua a salvo

Lula (Foto: Divulgação)
Ricardo Noblat
Ainda não foi dessa vez que conseguiram envolver Lula diretamente no mensalão 2. Ou melhor: no escândalo de corrupção da Petrobras.
Ontem, em Curitiba, o doleiro Alberto Yousseff, que negociou com a Justiça a delação premiada, disse que o Palácio do Planalto sabia da corrupção. Admitiu, porém, não ter provas disso.
Sem provas, sinto muito, nada do que disse vale. De resto, Palácio do Planalto quer dizer o quê? O presidente da República? O chefe da Casa Civil? Assessores do presidente?
Ontem também, em depoimento à CPI da Petrobras, em Brasília, o mensaleiro Pedro Corrêa atribuiu a Lula a decisão de promover Paulo Roberto Costa a diretor da Petrobras.
Paulo Roberto é outro delator da roubalheira na empresa.
Pedro apresentou provas? Não. Afirmou que obteve a informação junto ao ex-deputado José Janene, que já morreu.
Por ora ou para sempre, Lula pode descansar em paz.

Nenhum comentário: