ABAS

sexta-feira, 27 de março de 2015

Ministério Público e Polícia cumprem 51 mandados por fraude em licitações em município cearense; na lista de suspeitos estão secretários municipais, empresários, membros da comissão de licitação da Prefeitura, advogados e um vereador


Uma operação do Ministério Público do Ceará (MPE) e das Polícias Civil e Militar está cumprindo, na manhã desta sexta-feira (27), 51 mandados de busca e apreensão como parte de uma investigação que apura supostas fraudes licitatórias na Prefeitura e na Câmara Municipal do Crato, no Cariri
Chamada de “Hora da Verdade”, a ação conta com uma força-tarefa montada com nove promotores de Justiça e equipes policiais. Na lista de suspeitos estão secretários municipais, empresários, membros da comissão de licitação da Prefeitura, advogados e um vereador
A operação está sendo realizada para a coleta de elementos de prova para a finalização das investigações, que indicam a existência de um suposto esquema de contratações indevidas, incluindo dispensas de licitação em favor de doadores de campanha do atual prefeito do Crato.
Também são apurados indícios de superfaturamento na contratação do transporte escolar e o recebimento, nos almoxarifados, de produtos diferentes e mais baratos do que os contratados pelo poder público. Além disso, a merenda escolar no município estaria estragada e com insetos. 
Calcula-se que o valor das licitações investigadas chegue a mais de R$ 3,152 milhões. Os órgãos à frente da operação prometem apresentar um balanço geral ao final das diligências, na sede das Promotorias de Justiça do Crato, o que deverá ocorrer às 15 horas desta sexta-feira.
DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário: