ABAS

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Cid Gomes é 'escolha' de Dilma, diz partido


Brasília. O comando nacional do PROS atribuiu a indicação de Cid Gomes (PROS) para o Ministério da Educação a uma "escolha pessoal" de Dilma Rousseff.
Em nota divulgada ontem, a sigla considera que Cid não representa o PROS no primeiro escalão do governo, apesar de afirmar que o nome do ex-governador do Ceará é "motivo de orgulho" para o partido.
"Para o PROS, a escolha pessoal da presidente é motivo de orgulho e demonstra a qualidade do quadro de filiados que possuímos", diz a nota.
Nos bastidores, a cúpula do partido articulou a nota para marcar posição pública, considerando a nomeação do ministro como da "cota pessoal" da presidente Dilma Rousseff. Em rota de colisão com membros da sigla, o ex-governador não descarta deixar o PROS.
Integrantes do partido afirmam que o ministro negocia sua filiação com o PT, partido de Dilma, o que não é confirmado por Cid Gomes, que alega que nunca teria deixado um partido por vontade própria, mas apenas quando pedido para sair. Com a possibilidade, o PROS quer desvincular do partido a escolha do ex-governador - abrindo caminho para futuras negociações.
A nota é assinada pelo presidente nacional do PROS, Eurípedes Júnior, e pelo líder do partido na Câmara, deputado Givaldo Carimbão (PROS-AL). Os dois parabenizam Dilma pela escolha de Cid e desejam "sucesso" ao "companheiro", mas deixam claro que o nome do ex-governador não representa a sigla.
Com informações do Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário: