ABAS

terça-feira, 25 de novembro de 2014

FRAUDES EM LICITAÇÕES - Além de afastar prefeito de Município cearense, operação "Caixa Preta" prende cinco pessoas

A operação “Caixa Preta”, que afastou o prefeito e mais 26 ocupantes de cargos públicos no município de Madalena, distante 180 km de Fortaleza, deteve cinco pessoas por posse de arma sem permissão. Dos cinco, quatro pagaram fiança e já foram liberados. 
De acordo com o Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE), 28 nomes foram investigados resultando em 21 mandados de busca e apreensão, sendo 4 destes cumpridos na Capital e o restante no Interior.  Também foi decretado o bloqueio dos ativos financeiros, a indisponibilidade dos bens de todos os réus e a quebra dos sigilos bancário e fiscal.
O órgão investiga fraudes em licitações entre 2013 e 2014 que somam, aproximadamente, R$ 7 milhões. Conforme o MP-CE, um dos casos investigados é a licitação de abastecimento de combustível do município. A empresa vencedora pertencia a família de uma secretária e, junto com a documentação, foi encontrado bilhetes escrito à mão com detalhes a acrescentar. 
27 afastados por 180 dias do cargo
Além do prefeito,  Zarlul Kalil Filho, todos os secretários municipais (dentre os quais está a primeira-dama Sandra Kalil e a ex-prefeita Antônia Lobo Pinho Lima), membros da Comissão de Licitação e Assessores Jurídicos, incluindo o procurador-geral do Município, foram afastados dos cargos por 180 dias. 
A ordem judicial solicita a posse imediata do vice-prefeito Eurivando Vieira, bem como obloqueio dos ativos financeiros, a indisponibilidade dos bens de todos e a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos na investigação.
*Com informações do repórter Levi de Freitas
Diário do Nordeste

Nenhum comentário: