ABAS

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A origem dos palavrões


Estava aqui pensando... Porque as pessoas falam palavrões nos momentos de raiva, ofensa ou (por que não) humor?? Como: comemorar quando seu time ganha, intensificar algo e especialmente ao xingar alguém. Eles são controlados pelo "porão" do cérebro - o sistema límbico, responsável pela nossa parte mais primitiva (por isso que os palavrões sempre se referem à base da existência: sexo e excrementos), e influenciam desde sempre no nosso relacionamento social. Mas o que muitos não sabem é que a maioria desses denominações, hoje tidos como pejorativos, têm, na verdade, uma origem inocente, que com o passar do tempo veio perdendo seus significados e hoje em dia são sinônimo de palavrão, afinal, desde antigamente sempre existiram os "mente poluídas". 

CARALHO- É o nome da cestinha que fica no alto do maior mastro de uma caravela. Pelo fato do mastro do caralho ser o maior do navio, os marujos começaram a fazer comparações do tipo “o meu ... são tão grande quanto um caralho” ... Daí para virar sinônimo de pênis em geral foi um pulo.

PORRA- Designava uma arma de guerra medieval: era um bastão de madeira com ponta protuberante, cravejada de lanças de metal. O instrumento foi associado ao membro masculino e, com o passar do tempo, ao sêmen. A origem medieval também vale para PICA, que naquela época era um termo usado para designar uma lança.

PIROCA- Em português antigo, piroca quer dizer careca, cabeça sem cabelo, como diz no poema de Eires d'Amaral: "Era um velho piroca de todo, com a cabeça absolutamente lisa e desornada". Exatamente por essa característica o pênis passou a ser chamado, bem no fim da Idade Média, de piroca.

BOCETA– Era uma caixinha de madeira onde as mulheres gregas e romanas guardavam suas joias. Poemas do século XVIII já a usavam como metáfora para a genitália feminina - onde a mulher guarda seus tesouros.

PUTA- Puta na realidade é o nome dado à deusa menor da agricultura na mitologia romana que presidia a poda das árvores. De acordo com uma versão, a etimologia do seu nome viria do latim, e seu significado literal seria "poda". Os festivais em honra a esta deusa celebravam a poda das árvores e, durante estes dias, as suas sacerdotisas manifestavam-se exercendo um bacanal sagrado (durante o qual se prostituíam) honrando a deusa, o que explicaria o significado corrente do termo "puta" em muitos dos países de fala latina. Daí se originam os derivados, como Puta que o Pariu, Filho da Puta...

CU- Consegue-se entender bem o porquê de cu ser conhecido como um sinônimo de ânus depois de descoberto seu real significado. A parte oposta da ponta da agulha, aquela que tem um buraco para se passar a linha, ela sim é o real sinônimo de cu. Por essa você não esperava, né? Rsrs...

FODIDO- Sim, sexo é muito bom, mas também tem a conotação de submissão, humilhação. Aqui entram também as expressões "vá tomar no cu", "vá se foder" e interessante destacar também, a palavra coitado, significa que a pessoa foi fudida, sofreu coito.

Fonte: Bafo e Desabafo


Nenhum comentário: