ABAS

terça-feira, 21 de outubro de 2014

O Brasil de Dilma e o Brasil de Aécio


Juan Arias, El País
Ao se dirigirem aos brasileiros nos debates públicos, os candidatos à presidência, Dilma Rousseff e Aécio Neves, falaram de dois projetos diferentes para o Brasil. A impressão é que estavam se dirigindo a dois países diferentes. E é verdade que nestas eleições, mais que em todas as anteriores desde a democratização, os brasileiros se apresentam divididos em duas metades praticamente iguais entre os que se dispõem a votar no Brasil de Dilma e os que preferem o Brasil de Aécio.
Como são esses dois Brasis apresentados pelos candidatos com vocação para governar o país? Ou se trata de uma divisão artificial criada pelos assessores de imagem dos candidatos já que, na realidade, existe um único Brasil? Quem e como foi dividido o país entre os que temem perder o que têm e os que desejam conseguir mais do que já foi conquistado, que é o que exigia o clamor da rua em 2013?

Nenhum comentário: