ABAS

quinta-feira, 24 de julho de 2014

POLITICAGEM GENERALIZADA - Acordo político abre vaga no TCM para vice-governador


Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 22, ato deaposentadoria do conselheiro Artur Silva Filho, do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O desligamento de Silva – que antecipou sua saída da Corte em quase um ano – ocorre com o objetivo de abrir espaço para a indicação do vice-governador Domingos Filho (Pros) ao cargo.

A substituição faz parte de acordo fechado durante formação da chapa majoritária do Pros para as eleições deste ano. Como Domingos Filho teve sua pré-candidatura ao governo preterida pelo governador Cid Gomes, foi aberta a possibilidade de o vice se tornar conselheiro do TCM – cargo vitalício, de grande prestígio político e com salário superior a R$ 25 mil.

O acordo também prevê que Odilon Aguiar, primo de Domingos Filho e ex-prefeito de Tauá, será candidato a deputado estadual. Já Artur Silva deverá ser nomeado conselheiro da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado (Arce), em cargo recentemente criado pela Assembleia.
Artur Silva sairia do tribunal compulsoriamente em março de 2015, quando completa 70 anos. Em entrevista ao Blog do Eliomar no início de julho, o deputado federal Domingos Neto (Pros), filho do vice-governador, disse que o pai vai realizar “o sonho antigo” de ir para o TCM.
O TCM é órgão encarregado pela fiscalização e acompanhamento das prestações de contas de gestores municipais do Estado. A Corte fiscaliza, por exemplo, processos de licitação conduzidos por Prefeituras e Câmaras Municipais do interior e da Capital. 
Redação O POVO Online
com informações do Blog do Eliomar

Nenhum comentário: