ABAS

quinta-feira, 17 de julho de 2014

É completamente descabido e irracional a legislação amparar esses 90 dias para a campanha eleitoral. Além de ser um tempo excessivamente longo, permite que consequências enormes como o aumento nos gastos das campanhas possibilitando o abuso do poder econômico por alguns. O atual período eleitoral é cansativo e desestimulante. Eu, particularmente vejo com bons olhos a tramitação de Projeto de Lei na Câmara dos Deputados (PL 4592/12) que pretende reduzir o tempo de campanha eleitoral. Reduz de 90 para 45 dias o tempo para pleitos municipais e para as demais eleições — Presidente, Governador, Senador, Deputados Estaduais, Federais e Distritais —, a redução é de 90 para 60 dias. É obvio que essa medida não irá resolver os problemas presentes no sistema eleitoral brasileiro.




Nenhum comentário: