ABAS

sábado, 19 de julho de 2014

Dengue atinge 69% das cidades; este ano, foram registrados 24.594 casos suspeitos de dengue no Ceará



Este ano, foram registrados 24.594 casos suspeitos de dengue no Ceará, segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Em comparação com o mesmo período de 2013, houve redução de 42% no número de ocorrências. Dos casos notificados em 2014, foram confirmados 7.706 em 21 diferentes Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES), em 127 municípios. Ou seja, a dengue atingiu 69% das cidades. No boletim epidemiológico expedido pela Sesa na semana passada, tinham sido confirmados 6.705 casos.

Dos casos confirmados de dengue, a faixa etária de 20 a 29 anos predomina com 22,1% do total. Foram notificados 243 casos graves, com 49 mortes. Desses, foram confirmados 191 casos e 19 óbitos. Detectou-se dessa maneira um aumento de 13% dos casos graves confirmados comparados ao mesmo período de 2013. Houve redução de 56% nos óbitos em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Entre os municípios, Araripe, Alto Santo, Arneiroz, Brejo Santo, Campo Sales, Icó , Jaguaribara, Lavras da Mangabeira, Nova Olinda, Pereiro, Parambu, Santana do Cariri, Tauá e Umari têm incidência acima de 300 por 100 mil habitantes.

O veterinário Neilson Rolim, supervisor do Núcleo de Controle de Doenças Transmitidas por Vetores, da Sesa, afirma que a diminuição dos resultados foi alcançada porque o Estado se antecipou à doença. “Fizemos uma avaliação do gerenciamento. No minuto em que a informação chegava ao laboratório, a saúde pública era informada”. Com isso, segundo Rolim, foi possível distribuir melhor a passagem dos carros com fumacê pela Capital, priorizando as áreas com maior número de casos.

O supervisor destaca o caso da cidade de Jaguaribara, em que os casos dobraram em dois dias.
O POVO

Nenhum comentário: