ABAS

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Ceará na crista da onda da violência - A capital cearense está posicionada entre as três com os maiores índices de homicídios do País



Segundo o Estudo da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, juvenis compreende as pessoas com idades entre 15 e 29 anos. A capital cearense ainda possui a 2° maior taxa de homicídios do País.

O município de Fortaleza está em terceiro lugar entre as capitais do País com maior taxa de homicídios juvenis (de 15 a 29 anos), entre os anos de 2002 até 2012. Além disso, o Mapa da Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (CEBELA), divulgado nesta terça-feira, 1°, mostra que a capital cearense é a segunda entre as capitais brasileiras em taxa de homicídios, entre 2002 e 2012.

Embora a taxa de homicídios juvenis de Fortaleza seja menor que as de João Pessoa (Paraíba) e Maceió (Alagoas), a capital registrou o maior número de assassinatos em 2012. Foram 1.294 assassinatos juvenis, número inferior apenas ao registrado, naquele ano, em Salvador, com 1.058 homicídios juvenis, e São Paulo, com 843. 

No caso da taxa total de homicídios, entre as capitais, Fortaleza fica atrás apenas de Maceió. Somente no ano de 2012, 1.920 pessoas foram assassinadas, o que confere uma média de 5,2 homicídios por dia. Em seguida, aparecem as capitais: São Paulo (1.752), Salvador (1.644) e Rio de Janeiro (1.372).

Homicídios juvenis de Fortaleza, nos anos da pesquisa: 
2002 - 395
2003 - 351
2004 - 354
2005 - 494 
2006 - 506
2007 - 604
2008 - 565
2009 - 581
2010 - 805
2011 - 834
2012- 1.294

Fonte: O POVO

Nenhum comentário: