ABAS

domingo, 27 de julho de 2014

A compra e venda de votos além de ser o caminho sem volta para a prostituição política é a degeneração da consciência de uma sociedade que pouco consegue avançar quando se trata de escolher bem os seus representantes. O caderno de política do Diário do Nordeste assinado pelo seu editor Edison Silva traz uma pobre e podre realidade sobre as eleições 2014 que evidentemente não é novidade para mais ninguém. Segundo a matéria o voto para deputado federal custaria até R$100, e estadual seria R$80. Enquanto perdurar esse tipo de cenário nebuloso pautado pelo comportamento medíocre de certos candidatos assim como a extorsão praticada por certos eleitores.


Nenhum comentário: