ABAS

sexta-feira, 27 de junho de 2014

A FIFA E SEU ATOLEIRO DE CORRUPÇÃO - A Edição de semana passada da Revista Carta Capital trouxe na sua capa principal a seguinte manchete: Jogo Amado, Negócio Sujo... A manchete diz respeito a possível negociata na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022. O ex-jogador e atual presidente da Uefa, Michel Platini, teve seu nome envolvido no escândalo de corrupção sobre a escolha do Catar . De acordo com o jornal Daily Telegraph. o dirigente francês teria se encontrado em segredo com Mohamed Bin Hammam, o homem forte da candidatura catariana antes da votação. A denúncia contra Platini aconteceu justamente um dia depois da revelação de que o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, teria sido subornado por Bin Hammam para eleger o Catar como anfitrião do Mundial. Esse tal Bin Hammam foi banido para sempre do futebol por corrupção. Ele teria gasto mais de 5 milhões de dólares (11,3 milhões de reais) para que as autoridades do futebol mundial votassem no Catar como sede da Copa de 2022..


Nenhum comentário: