ABAS

segunda-feira, 12 de maio de 2014

A chamada Frente de Esquerda Socialista, composta por PSOL PSTU e PCB,divulga nota pública, se solidarizando com os jovens, estudantes e trabalhadores duramente reprimidos, na ultima sexta-feira, 09/05 durante manifestação no Centro de Fortaleza


Leia abaixo a nota da Frente de Esquerda Socialista      

Com mais repressão, balas de borracha, gás de pimenta, cassetetes e muita violência. Assim foram tratados jovens estudantes, a maioria deles secundaristas menores de idade, que foram às ruas do Centro denunciar o atraso na entrega de suas carteiras de estudante e lutar pelo passe livre no transporte público.
O Governo de Cid Gomes, através da ação da Polícia Militar, e de Roberto Cláudio, através da omissão da ETUFOR e de seu silêncio cúmplice e conivente, são os únicos responsáveis pelos atos criminosos praticados na tarde de 09 de maio. É ridícula a nota da SSPDS que como “prova” da articulação de estudantes contra a “paz pública”, mostra instruções postadas nas redes sociais de como se proteger das bombas lançadas pela polícia. É cínico apresentar baladeiras como armas potencialmente perigosas contra quem, com colete, lançava bombas de gás e balas de borracha contra uma multidão majoritariamente sem qualquer instrumento.
Nas das Jornadas de Junho no ano passado, e agora às vésperas da Copa do Mundo, a Juventude e os trabalhadores brasileiros mobilizaram-se em defesa de seus direitos, por mais real e efetiva participação política e contra os gastos exagerados da Copa em detrimento dos serviços públicos de primeira necessidade. Para garantir que nada atrapalhe os lucros da FIFA e dos grandes empresários, o Governo Dilma respondeu com ações e legislações que intensificam a criminalização daqueles que lutam.

O PSOL, PSTU e PCB, partidos que juntos subscrevem esta nota pública, manifestam em palavras e ações políticas, seu apoio à luta dos estudantes pelo Passe Livre e repudiam veementemente toda e qualquer forma de criminalização das lutas sociais, de violência e agressão contra os estudantes. Juntos defendemos:

1) O Passe Livre, já!
2) A Desmilitarização da Polícia e Guarda Municipal.

3) A Revogação da Lei Geral da Copa e Lei de Defesa da Ordem.

A violência da Polícia e do Estado não triunfarão. Estaremos ao lado dos estudantes defendendo nas ruas os direitos que nos são negados.

Porque nada será como antes...

Nenhum comentário: