ABAS

sábado, 12 de abril de 2014

Assisti neste sábado a um filme documentário que apresenta relatos da vida e obra de um grande e bravo brasileiro. Um cidadão que diferentemente dos covardes, trapaceiros, sanguessugas do dinheiro público, mercenários e rufiões que estão sempre a explorar o povo, sobretudo os mais pobres, este brasileiro foi um grande defensor da dignidade da pessoa humana e do verdadeiro estado democrático de direito. O filme documentário aqui por mim pontuado trata-se de “SOBRAL - O HOMEM QUE NÃO TINHA PREÇO”. É um registro histórico a cerca da brilhante trajetória e militância do advogado Heráclito Sobral Pinto, um ferrenho defensor dos direitos humanos, especialmente durante a ditadura do Estado Novo e a ditadura militar. Confesso aos amigos que ao ver a antológica trajetória do sedento por justiça Sobral Pinto, como era conhecido, percebo que no meio jurídico praticamente não existe mais figuras sérias e comprometidas com a justiça assim como o foi este brasileiro de valor inestimável. Tomara que surjam novos cidadãos do quilate de Sobral Pinto. Este filme documentário foi dirigido pela sua neta Paula Fiuza.


Nenhum comentário: