ABAS

segunda-feira, 17 de março de 2014

Recebo de um cidadão (a) do Município de Capistrano-CE que se diz funcionário (a) municipal e que teme ser identificado a seguinte nota:

Prezado blogueiro e conterrâneo Alexandre Távora, peço que poste o texto e as imagens a seguir em seu Blog...

É o seguinte: Aqui em Capistrano a atual administração vive de fantasiar as coisas para mostrar para a população uma realidade que não existe. A verdade é que tem muita coisa errada e pouca gente ousa em denunciar. Na garagem do hospital municipal tem um carro velho abandonado que está sendo destruído pelo tempo. Me pergunto o porque a gestão não faz um leilão para conseguir algum dinheiro com o ferro velho?No Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, um gelágua  velho é usado para usado para oferecer água aos pacientes, acompanhantes, funcionários e cidadãos que por lá passam. Porque não vendem o carro velho e usam o dinheiro arrecado para comprar um gelágua novo?

É caro Alexandre Távora, aqui na minha terra (também sua) as coisas não vão muito bem. Mas gente cega e que recebe beneficio pessoal acha que tudo está muito bem. 





Nenhum comentário: