ABAS

quarta-feira, 12 de março de 2014

Para evitar vaias, abertura da Copa não terá discursos


Globo
Em entrevista à agência de notícias alemã DPA, o presidente da Fifa, Joseph Blatter (foto), informou que a abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, não terá discursos. O motivo, explica o dirigente, é a preocupação com possíveis vaias, como aconteceu na Copa das Confederações.
- Vamos fazer a cerimônia de uma maneira em que não aconteçam discursos - declarou Blatter.

Nenhum comentário: