ABAS

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Este senhor deve está de brincadeira, como pode o sistema de saúde está preparado para a copa quando todo o povo brasileiro sabe que não consegue sequer atender às suas necessidades?


Ministro diz que setor de saúde está pronto para a Copa

A estrutura de saúde montada para a Copa do Mundo de 2014 não necessitou de verba específica do governo federal, mas uma reorganização dos investimentos, que estavam previstos. A informação foi dada neste sábado (15) pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante uma conferência sobre saúde médica para a Copa do Mundo, organizada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), em um hotel da zona sul paulistana.
De acordo com o ministério, 10 mil profissionais da área de saúde foram capacitados para a Copa. As 12 cidades-sede contarão com 531 unidades móveis do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, 66 Unidades de Pronto Atendimento e 67 hospitais que funcionarão de forma integrada. Além da estrutura para atender os torcedores, o ministério informou ter criado planos de contingência para atender a acidentes com múltiplas vítimas.
Chioro disse que o número de atendimentos médicos durante a Copa do Mundo não deve alterar a rotina dos hospitais e unidades de saúde porque a expectativa é que de 1% a 2% de torcedores necessitem de algum cuidado médico, sendo que 99% da demanda costuma ser atendida no próprio estádio.
O perfil do público esperado para a Copa são adultos, entre 25 e 49 anos de idade, que, em geral, são saudáveis e não necessitam de cuidados especializados de saúde. Na Copa das Confederações, ano passado no Brasil ocorreram 1.598 atendimentos médicos, sem qualquer registro de caso grave. Do total, 98% das pessoas foram atendidas no próprio estádio.
(Agência Brasil)

Nenhum comentário: