ABAS

sábado, 21 de dezembro de 2013

"PISCINÃO" - MP apura possível transferência para UPAs

Foto: Tatiana Fortes 
O fim do “piscinão” do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) ganhou mais um capítulo. O Ministério Público do Estado (MP-CE) abriu procedimento para investigar a possível transferência de pacientes do antigo “piscinão” para Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Fortaleza. A medida teria ocasionado superlotação dos equipamentos de assistência emergencial.

Segundo a titular da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública, Izabel Pôrto, inúmeros reclames chegaram ao órgão por e-mail, telefone e encaminhamentos escritos. Há também queixas quanto à criação do “varandão”, outro espaço no HGF onde pacientes ficariam amontoados à espera de consultas, cirurgias e internações num andar acima da recepção onde funcionava o “piscinão”. Promotoria vai elaborar relatório sobre a situação até segunda-feira, 23.

Ao O POVO, a assessoria da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) disse não ter recebido nenhuma solicitação do MP sobre o fim do “piscinão”. “Quando a secretaria receber, vai prestar as informações”, argumentou a assessoria.
JORNAL O POVO

Nenhum comentário: