ABAS

sábado, 21 de dezembro de 2013

O porque do meu exagero em homenagear o Rei do Brega Reginaldo Rossi





Os motivos que levaram este bloqueio e ativista das ruas e das redes sociais a cometer certo excesso nas homenagens ao cantor e compositor pernambucano Reginaldo Rossi, devem-se a alguns aspectos, dentre os quais pontuo:
1.       Reginaldo Rossi sempre foi um nordestino autentico e muito trabalhou pela promoção da nossa região;
2.       Sempre fez questão de ser um artista do povão;
3.       Nunca escondeu suas ideias e convicções de ninguém;
4.       Foi o grande responsável por promover a musica brega mesmo diante de tanto preconceito...

Obs: A cerca de quatro anos atrás tive a oportunidade de viajar  lado a lado com Reginaldo Rossi em um voo de Fortaleza à Brasília, voo este que fizemos com a presença de outra figura inesquecível, meu amigo e companheiro Padre Haroldo Coelho, Rossi sentou bem no meio entre Padre Haroldo e eu. Foram mais de duas horas de conversa com um homem que esbanjava entusiasmo.

Esta frase de uma declaração do Rossi é merecedora de uma reflexão:

 "Minhas músicas tocam no iPod do desembargador e no radinho de pilha do porteiro porque, independente da classe social, todo mundo sofre por amor e gosta de ouvir canções românticas. Quando um homem leva um chifre, o diploma cai da parede"


Legendas das Imagens:

Foto 1: Reginaldo Rossi ao lado do cearense  Miguel Arraes que foi governador de Pernanbuco;
Foto 2: Reginaldo Rossi ao lado de Jarbas Vasconcelos que também foi governador de Pernambuco e atualmente exerce o mandato de senado da republica;
Foto 3: : Reginaldo Rossi ao lado de Eduardo Campos, atual governador de Pernambuco e pré-candidato a presidência;
Foto 4: Autoridades participam do velório de  Reginaldo Rossi, dentre os quais o governador e presidenciável   Eduardo Campos

Nenhum comentário: