ABAS

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Gasolina já é vendida a R$ 2,99 em Fortaleza


Imagem meramente ilustrativa - não faz parte da matéria original

Enquanto no Interior do Estado o consumidor já pagava R$ 3 por um litro de gasolina, agora é a vez da Capital














Os preços na bomba tendem a ultrapassar os R$ 3,00, já nos próximos dias, fazendo minguar o 13º salário dos brasileiros foto: Lucas de menezes

Os reajustes de 4% nos preços da gasolina comum e de 8% no óleo diesel nem bem chegaram às distribuidoras de combustíveis, mas já há postos em Fortaleza cobrando R$ 2,99, por um litro de gasolina comum. Com os novos aumentos, autorizados pelo governo para recompor o caixa da Petrobras, os preços na bomba, para o consumidor final, tendem a ultrapassar os R$ 3,00, já nos próximos dias, fazendo minguar parte do 13º salário dos brasileiros, justamente em um período em que a massa dos trabalhadores respira um pouco mais aliviada.

Os preços na bomba tendem a ultrapassar os R$ 3,00, já nos próximos dias, fazendo minguar o 13º salário dos brasileiros foto: Lucas de menezes
Pesquisa direta realizada na tarde de ontem, pela reportagem, confirmou o realinhamentos dos preços da gasolina, pelo pico, praticados por vários postos de combustíveis da Capital, na última semana. Com os valores já elevados entre R$ 2,87 e R$ 2,89, na média, o litro da gasolina vai bater, facilmente os R$ 3,00, tão logo seja aplicado o aumento de 4%. “O litro (da gasolina) subiu R$ 0,10, passando de R$ 2,79 para R$ 2,89, mas foi na segunda-feira passada” (dia 25 - antes do reajuste do governo), confirmou um dos frentistas do Posto Pacoti, na Av. Pontes Vieira. “Aqui o preço ainda está ‘normal’. Ainda não teve aumento”, respondeu o gerente do Posto Aliança-Aldeota, na esquina das avenidas Antônio Sales e Rui Barbosa. No mostrador da bomba, o litro da gasolina comum já registrava porém, R$ 2,89 e a aditivada, R$ 2,95.
 
Pesquisa

Em uma amostra de 11 postos pesquisados na área leste da cidade, quatro cobravam R$ 2,87 pelo litro da gasolina comum, enquanto outros seis já comercializavam o produto por R$ 2,89, antes mesmo de aplicarem o reajuste de 4%. Localizado também na Avenida Pontes Vieira, o Posto BAJ, de bandeira BR, já cobrava R$ 2,99, pela gasolina comum e R$ 3,04, pela aditivada.

Há 15 dias, os preços da gasolina na cidade oscilavam entre R$ 2,67 e R$ 2,89, com variação de 8,23%. Ontem, a diferença entre o menor (R$ 2,87) e o maior (R$ 2,99) já havia caído pela metade, para 4,18%. Se considerados os preços praticados pela maioria, não há diferença.

Já os preços do diesel estão variando na Capital, entre R$ 2,26 e R$ 2,499, ou 10,57%, mas ainda sem a aplicação do reajuste de 8%. No Interior, há muito que o preço da gasolina ultrapassou os R$ 3,10, por litro. 

Brasil
Um dia depois de a Petrobras reajustar o preço da gasolina e do óleo diesel para as refinarias, alguns postos de Brasília já aumentaram o valor dos combustíveis para os consumidores, acima dos 4%. 

Um estabelecimento da W3 Norte reajustou os valores da gasolina de R$ 2,98 para R$ 3,12 nos últimos dias, um aumento de 4,7%. Outros ainda mantêm o preço antigo para a gasolina: entre R$ 2,96 e R$ 2,99.

Matéria do Diário do Nordeste

Nenhum comentário: