ABAS

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Sistema de saúde brasileiro fica em último lugar em ranking mundial

Pacientes internados ficam em macas nos corredores do Hospital de Base de Vitória da Conquista, na BahiaMÁRIO BITTENCOURT/BAPRESS/Estadão Conteúdo
Uma pesquisa divulgada pela agência de notícias Bloomberg no dia 19 de agosto colocou o Brasil na última posição entre os sistemas de saúde do mundo inteiro.
O levantamento considerou apenas as nações com populações maiores que 5 milhões, com o PIB per capita superior a 5.000  dólares  e expectativa de vida maior que 70 anos.
Assim, 48 países foram classificados em critérios de expectativa de vida e custo per capita dos tratamentos de saúde. Diante disto, o Brasil ficou na última posição da lista atrás de países como Romênia, Peru e República Dominicana.
De acordo com o documento, os brasileiros possuem uma baixa expectativa média de vida atualmente, em 73,4 anos. Apenas o Irã, a Argélia e a República Dominicana possuem valores piores que os brasileiros, no entanto, nenhum deles ficou abaixo dos 73 anos.
Outro fator relevante que prejudicou a posição brasileira foi o alto custo per capita pago para a se obter qualquer tratamento. Atualmente, uma pessoa gasta em média por ano mais de 1.200 dólares (R$ 2.900) com os cuidados da saúde na Brasil. Em Cuba, que está 20 posições à frente dos brasileiros no índice total, o mesmo custo é pouco maior que US$ 600 (1.400 reais).
O relatório foi feito com base em dados oficiais do Banco Mundial, FMI (Fundo Monetário Internacional) e a OMS (Organização Mundial de Saúde).
Hong Kong, Cingapura, Japão e Israel são respectivamente os quatro primeiros colocados.
Apesar da crise financeira europeia, a Espanha e a Itália vêm em seguida na quinta e na sexta colocação.
DO PORTAL R7

Nenhum comentário: