ABAS

sábado, 9 de novembro de 2013

Desafio de Cid “não tem a menor importância”, diz Tasso


O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou nessa sexta-feira (8) que “não tem a menor importância” o desafio feito pelo governador Cid Gomes (Pros) na última quarta-feira (6) para ver qual deles fez mais pelo Ceará como governante.
“Desde que eu tinha 10 anos que eu não faço desafio. Não tem a menor importância. O importante é o Estado do Ceará, os projetos para o Estado, a democracia, que cada um tenha o direito de opinar, que exista oposição e situação, que cada um se manifeste da maneira que quer e, no conjunto dessas coisas, o Estado vá melhorando, progredindo. Isso que é importante”, disse Tasso, na noite dessa sexta-feira, ao chegar ao La Maison Buffet para a festa anual da Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon), que o agraciou com o prêmio Personalidade do Ano.
“Tasso me agrediu”
Enquanto Tasso era homenageado ali, Cid e seus aliados participavam, no Clube dos Diários, do primeiro encontro de confraternização do Pros no Ceará. Ao ser questionado sobre Tasso, o governador se adiantou ao fim da pergunta do repórter, disse que não acrescentaria nada ao que escreveu no Facebook e repetiu que foi “agredido” por Tasso na propaganda do PSDB na televisão.
“Minha nota é autoexplicativa. Primeiro, eu nunca agredi, não quero e respeito. Ele foi que me agrediu. Dei a minha resposta, fiz um desafio para a população do Ceará, porque é muito fácil. A gente tem história. Vá ver a contabilidade do Estado. Veja quanto foi investido nos anos dele e veja quanto foi investido no meu. Só isso”, declarou Cid.
Sobre o assunto, Ciro Gomes (Pros), secretário de Saúde de Fortaleza, disse que Tasso foi injusto ao criticar a administração de Cid e acabou ouvindo o que não queria em resposta. “Eu não gosto desse atrito. Todo mundo sabe o apreço, a estima e o respeito que tenho pelo Tasso Jereissati. Agora, ele não tem direito, tanto mais sendo o homem responsável que é, de negar a obra extraordinária que o Cid faz. Afirmar que o Cid não faz nada não é justo. E dizia o meu velho pai: quem fala o que quer acaba ouvindo o que não quer”.
(O POVO)

Nenhum comentário: