ABAS

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Falta de atendimento leva mulher a dar à luz em pátio de hospital

REPRODUÇÃO/FACEBOOK/ELOY PACHECO LÓPEZ
Irma López Aurelio deu à luz a um menino saudável 
No dia 2 de outubro uma mulher deu à luz no gramado do Centro de Saúde de San Felipe Jalapa de Diaz, no México. Irma López Aurelio, de 28 anos, havia procurado ajuda no hospital durante a madrugada, logo quando notou que estava em trabalho de parto. Porém, não foi atendida. Em função de uma greve parcial, poucos profissionais estavam realizando atendimento.
 A indiana, que não domina a língua espanhola, não conseguiu explicar a gravidade de sua situação para os enfermeiros e atendentes. Ela e o marido permaneceram por algum tempo no hospital, na esperança que em alguma troca de turno entre enfemeiros e médicos alguém a atendesse.
 Pela manhã, Irma sentiu que não podia mais esperar. Na ausência de suporte médico, se dirigiu ao pátio do hospital e deu à luz na grama, ajoelhada. O menino, que nasceu saudável, caiu diretamente no solo.
 O jornal "La Razón" relatou que, após o acontecido, funcionários do Centro de Saúde se sensibilizaram e atenderam a mulher e a criança recém-nascida, que foi levada ao interior do hospital. O veículo ainda afirmou que não é o primeiro registro desse tipo de caso no local.
 Segundo os funcionários da clínica, o problema foi de comunicação, já que a estrangeira não conseguia explicar de maneira clara o que estava sentindo. O secretário de saúde do estado respondeu que a justificativa não pode ser aceita, pois uma comunicação precária não explica negligências médicas.
Com informações da Redação O POVO Online

Nenhum comentário: