ABAS

terça-feira, 8 de outubro de 2013

PT aposta que Eduardo Campos e Marina vão se desentender

O impacto da aliança entre o governador de Pernambuco, Eduardo Campos e a ex-senadora Marina Silva, continua movimentando os bastidores políticos em Brasília.
Para os petistas, todos perderam com esse arranjo político, menos a presidenta Dilma Roussef, que ainda pode se eleger no primeiro turno.
Em reuniões com o presidente do PT, Rui Falcão, os petistas reclamam do discurso de Marina, que anunciou gerra ao PT e ao "chavismo", e ainda apostam em um desentendimento entre a ex-ministra e Eduardo Campos no início do ano que vem, quando devem definir quem será cabeça de chapa.
"A esperteza, quando é demais, come o dono. O Eduardo Campos agora tem em casa uma pessoa com 25% das intenções de voto e que fala com a sociedade e não com as lidernças partidárias", reagiu um dirigente petista.
*Ceará News com O Globo

Nenhum comentário: