ABAS

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Fotógrafo cearense Alex Gomes desabafa e denuncia grave violência sofrida em Fortaleza enquanto trabalhava


Sr Cid F Gomes. Sou fotógrafo, 27 anos, casado, votei em você, sou um cidadão de respeito. Sou um cidadão trabalhador e digno. Todos no meu bairro me conhece. Mais hoje Sr. Cid Gomes, minha dignidade foi atacada. Fui humilhado, agredido, ameaçado e roubado. Me senti um lixo. Estou arrasado. Nunca fui tão humilhado em toda minha vida. Hoje(11) Sr. Cid Gomes fui assaltado e agredido por 7 ladrões na Praia Do Futuro. Eu estava trabalhando. Entendeu Sr. Cid, TRABALHANDO quando fui atacado por esses bandidos. Comigo estava outro fotógrafo e um casal lindo. Estávamos fazendo um book para que esse casal pudesse lembrar de um momento tão especial, que virou um grande pesadelo. Sr. Cid como você pode ver, fui agredido por um bandido. Quebrei um dente e peguei vário pontos na boca. Roubaram o meu equipamento que demorei 2 anos para adquirir. Trabalhei muito, muito, muito para conseguir comprar meu equipamento para poder trabalhar. E hoje eu to sem ele, sem poder trabalhar. Estou com um dente quebrado e vários pontos na boca. Tudo isso resultado de anos de inércia do poder público. Por conta dessa inércia chegamos nesse ponto absurdo. E agora Sr. Cid Gomes, como vou trabalhar? Como vou me recuperar desse trauma? Como vou me sustentar e sustentar minha família? Sei que tudo isso vem de governos anteriores, mais hoje você é responsável pela nossa segurança. Pelo nosso bem estar. Como vai ficar o casal que eu estava fotografando? Que futuro esse casal vai dar para os filhos? Que país é esse onde estamos refém dos bandidos sem poder trabalhar? E agora Sr. Cid, como eu vou trabalhar? COMO EU VOU TRABALHAR? Roubado, agredido e humilhado. Estou me sentindo um lixo. Um verdadeiro lixo. O que eu vou fazer agora sem poder trabalhar?
Texto e imagem de Alex Gomes

Nenhum comentário: