ABAS

sábado, 14 de setembro de 2013

Ex-prefeita defende rompimento do PT com os Ferreira Gomes e chama governo Cid de "fracassado"


Durante o lançamento das candidaturas de Guilherme Sampaio e Elmano de Freitas à presidência do PT estadual e do PT de Fortaleza, respectivamente, ontem à noite, na sede estadual do partido, no bairro Benfica, em Fortaleza, a ex-prefeita e presidente estadual petista, Luizianne Lins, defendeu o rompimento do partido com o Governo Cid Gomes. “É um governo completamente fracassado, que tem provocado muito vexame ao povo do Ceará. Eu acho que o governador poderia ser mais trabalhador e menos extravagante, está todo muito sentindo muito isso. Por mim o PT já estava fora desse governo”, argumentou ela.

Luiziane disse esperar que o partido lance candidato próprio ao Governo do Estado em 2014, e que as candidaturas de Elmano e de Guilherme representa isso. “Já que o PSB E PMDB tem seu candidato acho que é legítimo o PT ter seu candidato”, disse a presidente estadual do PT, observando que, dessa forma, a presidente Dilma Rousseff, provável candidata do partido à reeleição no próximo ano, contaria com três palanques no Ceará. “Teremos três candidatos a governador pedindo votos para a presidente Dilma. Essa é certamente uma estratégia de fortalecer a candidatura dela”.

O POVO tentou contato com a assessoria de imprensa do Governo, na noite passada, mas as ligações não foram atendidas.

Cenário
Luizianne evitou fazer análise sobre as mudanças recentemente feitas na equipe de secretários pelo governador Cid Gomes, alegando que seu foco principal no momento é o processo interno de disputa pelo comando do PT, em Fortaleza e no Ceará. Mais do que os cargos, a campanha petista colocará em discussão duas teses: a de manutenção da aliança com o governador e seu grupo em 2014 e a de lançamento de candidatura própria, que Luizianne defende junto com apoiadores e aliados.

Com a reforma na equipe que Cid efetivou na última segunda-feira, dois deputados petistas que integravam o secretariado estadual - Camilo Santana, das Cidades, e Francisco Pinheiro, da Cultura, voltaram para Assembleia Legislativa. Ambos defensores da tese de que o PT deve priorizar a continuação no arco de alianças liderado por Cid e que governa o Ceará desde 2007.

Antigo desafeto de Luizianne, o novo secretário estadual de Saúde, Ciro Gomes (irmão do governador) tem criticado a gestão da ex-prefeita dizendo que Fortaleza sofreu um descaso na área nos últimos dez anos. A petista administrou a cidade entre 2005 e 2012.
O POVO

Nenhum comentário: