ABAS

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Eduardo Campos quer enquadrar Cid Gomes

educidd
“Com a situação no Rio, na conta dos socialistas, aparentemente controlada, as atenções agora se voltam para o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB). O cearense continua resistindo ao projeto nacional do partido. A exemplo de Alexandre Cardoso, que há cerca de 20 dias discordou publicamente da eventual candidatura de Campos a presidente e ao nome do ex-ministro José Gomes Temporão (PSB) para disputar o governo do Rio, a vinda de Cid Gomes ao Recife é esperada e deve acontecer em um curto espaço de tempo.
A expectativa é que seja mantida a tese de que “o PSB é um partido que tem diversidade de opiniões, mas é unido na ação”, afirmam aliados de Eduardo. No debate que a sigla vem travando no país para consolidar o nome de Eduardo, o governador cearense e o irmão dele, o ex-ministro Ciro Gomes, aparecem como principais nomes de oposição. Na avaliação deles, o melhor caminho para o PSB em 2014 é se manter na base governista e apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).
Uma máxima que deixa claro que quem divergir desse “lema” deverá seguir por outro caminho. Cid Gomes, por exemplo, já demonstrou interesse pelo PSD, no caso de não ter suas reivindicações na eleição estadual atendidas. Ele tem até o dia 5 de outubro, quando termina o prazo de filiações, para tomar a decisão. O núcleo forte do PSB, no entanto, está agindo para impedir a saída dele que, nesse momento, seria nociva para a construção do projeto nacional socialista.”
(Diário de Pernambuco)
(Blog do Eliomar)

Nenhum comentário: