ABAS

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Analfabetismo volta a crescer no Brasil


taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais, por exemplo, voltou a crescer no Brasil após um período de mais de 15 anos de declínio, segundo dados da Pnad. O país não registrava crescimento da taxa de analfabetismo desde 1997.
Na série harmonizada --que exclui 4,1 milhões de pessoas que residem nas áreas rurais da região Norte--, o índice de indivíduos que, em 2012, não sabiam ler e escrever foi de 8,5%. Esse dado representa aumento de um décimo percentual (0,1%) em relação ao ano anterior.
Por outro lado, a pesquisa indicou que a taxa de escolarização das crianças de cinco e seis anos já atingiu 92%. Em 2002, apenas 77,2% delas estavam na escola com estas mesmas idades.
As pessoas não estão só entrando na escola mais cedo, como permanecendo mais tempo. Em 2012, os jovens de 20 a 24 anos declararam ter passado, em média, 9,9 anos estudando ao longo da vida. Em compensação, pessoas com 60 anos ou mais informaram ter estudado apenas 4,4 anos em média.Por outro lado, a pesquisa indicou que a taxa de escolarização das crianças de cinco e seis anos já atingiu 92%. Em 2002, apenas 77,2% delas estavam na escola com estas mesmas idades.
A população idosa, aliás, chamou atenção pelo novo perfil desenhado pela pesquisa:  vive mais, está em uma faixa da cada vez maior e mostra interesse crescente por ultrapassar as barreiras tecnológicas em prol de seu próprio conforto.
Com informações do Portal UOL
Informações mais detalhadas em:

Nenhum comentário: