ABAS

terça-feira, 10 de setembro de 2013

VOCÊ CONCORDA? A corrupção no Brasil encontra-se, por assim dizer, quase institucionalizada, oficializada, dada a amplitude que alcançou: os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, os Tribunais de Contas, e, também mais recentemente, o Ministério Público, nossa última esperança de que alguma providência fosse tomada nesse sentido. Do Senado às câmaras municipais, da presidência da República às prefeituras, a corrupção está praticamente generalizada, com raríssimas exceções. Juízes, delegados federais, procuradores e até ministros do Supremo Tribunal Federal estão se vendendo. Do baixo ao alto escalão dos governos, propinas tornaram-se regra geral, independente, inclusive, do credo religioso do cidadão. (Por Maurício Apolinário Pós-graduado em Gestão de Pessoas e em História do Brasil, e licenciado em Letras)

Um comentário:

fabio libertario disse...

ONDE FEZ O CURSO DE HISTÓRIA, POIS PARECE DESCONHECÊ-LA! NA VERDADE, A NOVIDADE ESTÁ NO FATO DA CORRUPÇÃO NUNCA TER SIDO TÃO DEBATIDA, DENUNCIADA E, EFETIVAMENTE COMBATIDA.