ABAS

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Terceira morte expõe insegurança em hospitais da Capital

Em duas semanas, três pessoas foram mortas, a tiros, em hospitais de emergência da Capital. Unidades são inseguras
Três assassinatos em apenas duas semanas. Este é o retrato da onda de violência e insegurança que ronda os hospitais públicos de urgência e emergência de Fortaleza. Na manhã de ontem, o terceiro crime de morte aconteceu na porta do Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, o ´Frotinha´ de Messejana.












Na manhã de ontem, o técnico em laboratório Mairton Delfino da Silva, 52, foi assassinado na porta do ´Frotinha´ de Messejana, onde ele trabalhava há 17 anos. A Polícia Civil já tem o nome de um suspeito do atirador FOTO: ALEX COSTA
No último dia 31, um paciente foi fuzilado no pátio da emergência do Instituto Doutor José Frota, o IJF-Centro. Já na tarde de quinta-feira passada, um tiroteio deixou um homem morto e outro gravemente ferido após uma tentativa de linchamento na porta do hospital ´Gonzaguinha´ de Messejana.

O crime ocorrido na manhã de ontem teve como vítima um funcionário do próprio ´Frotinha´. Era o auxiliar de laboratório Mairton Delfino da Silva, 52, que trabalhava naquela unidade de saúde há 17 anos.












Na tarde do último dia 31 de julho, um adolescente de 16 anos invadiu a entrada do Instituto Doutor José Frota, o ´Frotão´, no Centro, e matou a tiros um paciente que tinha acabado de receber alta e era colocado numa ambulância FOTO: FERNANDO RIBEIRO

Vingança?

De acordo com relatos preliminares da Polícia, o assassino é um homem que desceu de uma caminhoneta Hilux, preta, e ficou na frente do hospital à espera da vítima. Quando Mairton saiu para comprar um lanche, foi atacado e assassinado. Baleado, ele ainda foi levado para a emergência, mas morreu. Na entrada do ´Frotinha´ ficaram as marcas de sangue e as cápsulas de pistola.













Na edição do dia 1º de agosto, o Diário do Nordeste relatou a invasão do IJF por um garoto, que matou um inimigo e foi apreendido em flagrante fotos: reprodução
A motivação do crime ainda é desconhecida, mas, segundo apurou a Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o assassinato pode ter sido uma vingança, visto que Mairton tinha antecedentes criminais por homicídio, roubo, receptação e formação de quadrilha. Ainda na noite passada, a Polícia levantou a suspeita de o crime teria sido praticado por um caminhoneiro, cuja identidade não foi revelada.

Crimes

No começo da tarde do último dia 31 de julho, um adolescente de apenas 16 anos invadiu o ´Frotão´ e matou um paciente que acabar de ter alta médica.

A vítima foi identificada como o ex-presidiário Antônio Edson Justino de Lima, 19, conhecido por ´Bill da Paupina´. O garoto foi detido logo após o crime e disse que praticou uma vingança, pois ´Bill´ havia assassinado seu irmão e um primo.













Na sexta-feira passada (9), o jornal noticiou um tiroteio e assassinato ocorridos na porta do ´Gonzaguinha´ da Avenida Washington Soares, em Messejana

Apesar de contar com câmeras de segurança e a presença constante de PMs na entrada do hospital, a unidade foi invadida pelo atirador sem dificuldades.

Outro problema de insegurança no IJF é a permanência de criminosos feridos nas enfermarias, o que causa constrangimento e medo aos demais pacientes e familiares, apesar da presença de escolta feita pela PM.

Na última quinta-feira, Francisco Rogério Gomes de Araújo foi morto a tiro por um assaltante em frente ao ´Gonzaguinha´ de Messejana. O atirador sofreu tentativa de linchamento.

SAIBA MAIS

31.07. 2013
 O pátio do IJF-Centro é invadido por um adolescente de 16 anos. Armado, ele mata um paciente que já havia sido baleado e tinha acabado de receber alta médica. As câmeras do hospital não estavam funcionando naquela ocasião.

8.08.2013 Um tiroteio acontece na porta do Hospital ´Gonzaguinha´ de Messejana. Francisco Rogério Gomes de Araújo é assassinado a tiros.

12.08.2013 Mairton Delfino da Silva, servidor do ´Frotinha´ de Messejana, é morto na porta daquele hospital.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário: