ABAS

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

“Sem dúvida, o Palácio da Abolição é o maior restaurante do Ceará. Com certeza, o governador, com dinheiro do seu bolso não faria essa brincadeira”, desafiou Heitor Férrer


Heitor apresenta novas despesas do governo com a “farra do caviar”

Após a repercussão do contrato de R$ 3,4 milhões do governo do Ceará para fornecimento de com caviar, “escargot” e lagosta, os gastos com buffet voltaram a ser debatidos na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (20).
Novamente o deputado estadual Heitor Ferrer (PDT) utilizou seu tempo de discurso, para apresentar novos documentos e números sobre a “farra do caviar”, como denominou o parlamentar, principal opositor da gestão Cid Gomes.
Conforme os novos dados, durante o show do tenor Plácido Domingo, que custou cerca de R$ 3 milhões de cachê, o Palácio da Abolição pagou duas parcelas do jantar oferecido após coquetel, somando R$ 593 mil.
“Sem dúvida, o Palácio da Abolição é o maior restaurante do Ceará. Com certeza, o governador, com dinheiro do seu bolso não faria essa brincadeira”, desafiou Heitor Férrer, “falta sensibilidade ao governador, quando ele banca tamanha farra com dinheiro público, enquanto alguns sofrem com a falta d’água no interior”, criticou.
DO PORTAL CEARÁ AGORA

Nenhum comentário: