ABAS

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Ceará pagou R$ 600 mil por bufê para 3.000 convidados em show de Plácido Domingo, diz deputado

  • Jarbas Oliveira/UOL
    Cid Gomes durante a campanha de 2012
    Cid Gomes durante a campanha de 2012
O deputado estadual Heitor Férrer (PDT), da bancada de oposição ao govrnador Cid Gomes (PSB), denunciou em discurso no plenário da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (20), que o Estado pagou R$ 593 mil pelo coquetel da inauguração do Centro de Eventos do Ceará, em agosto de 2012. A festa contou com concerto do tenor Plácido Domingo.
Segundo Férrer disse ao UOL, o pagamento do valor do bufê foi feito em duas vezes. "A primeira parcela foi em um empenho, com alguns outros lanches, no valor de R$ 348 mil. A segunda parcela foi de R$ 245 mil."
A denúncia veio um dia depois de o governador demonstrar indignação com a repercussão negativa do contrato do Estado para pagamento de R$ 3,4 milhões a bufê e anunciar que iria tirar as comidas com "nomes exóticos". Na semana passada, o deputado trouxe a público a contratação de um serviço de bufê, pelo governo, por R$ 3,4 milhões. 
O contrato citado prevê deve ter validade de um ano, com alimentação e decoração do gabinete e da residência oficial.

Festa com Plácido Domingo

Segundo informações divulgadas à época, a festa de inauguração do centro de convenções teve 3.000 convidados, o que dá um custo de quase R$ 200 por cada convidado. A inauguração do local foi marcada por outra polêmica: a contratação do tenor Plácido Domingo, que recebeu cachê de R$ 3 milhões pelo concerto. O valor foi integralmente pago pelo poder público.
À época, Gomes alegou que a contratação ocorreu para ganhar espaço na mídia nacional, e que o valor seria mais em conta do que gastar com publicidade.

Críticas

Também nesta terça-feira, o deputado informou que já entregou um requerimento pedindo informações, motivação, local e pagamento de cada evento do bufê contratado pelo governador. Férrer criticou os ataques do governador contra ele.
"Primeiro, o governador me chama de desonesto e diz que não passo de um deputado estadual. Ontem, depois de admitir o cardápio extravagante, Cid me chamou de demagogo por não agradá-lo e não concordar com as ações dele. Demagogo é ele, que enganou o povo do Estado e disse que ia acabar com a violência, entre outras coisas, e não cumpriu", afirmou.

Explicações

Em nota, o governo do Estado confirmou o valor e informou que participaram do coquetel 3.500 pessoas para "divulgação do Centro de Eventos em nível nacional e federal."  "O valor do buffet é compatível com o valor de mercado e incluiu serviço de garçons, decoração, mesa, talheres, cadeiras."
 
O governo ainda defendeu o gasto. "O investimento do Estado para a divulgação do Centro de Eventos fez com que o local se tornasse, em um ano, o principal centro de feiras do Brasil, tendo lotação de eventos até 2014. No ano que vem sediará o encontro do Brics", informou.

DO PORTAL UOL

Nenhum comentário: