ABAS

domingo, 30 de junho de 2013

Felipão afasta seleção de contato com políticos e celebridades

A CBF conseguiu blindar a seleção brasileira na Copa das Confederações.
Depois de mais de um mês viajando pelo país até a final do torneio, os jogadores driblaram fora de campo os famosos caronas, como são chamados pela comissão técnica políticos e celebridades que costumam visitar os hotéis da delegação brasileira.
Ricardo Nogueira/Folhapress
Felipão orienta jogadores durante treino no Maracanã, no Rio
Felipão orienta jogadores durante treino no Maracanã, no Rio
Para conseguir isso, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou a delegação em hotéis afastados nas cidades que visitou e negou todos os pedidos de visitas.
Apenas o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), conseguiram furar o bloqueio.
Mendes visitou a delegação em Brasília, um dia antes da estreia no torneio. Já Gomes e Cláudio nem entraram no hotel --conseguiram uma foto na pista do aeroporto.
A blindagem foi uma forma encontrada por Felipão para evitar a badalação em torno da seleção. Os jogadores foram também proibidos de participar de programas de televisão durante o período de disputa da competição.

PALESTRA

Enquanto afastou os políticos e celebridades da seleção, Felipão fez questão de colocar os antigos jogadores dentro da concentração.
O lateral Cafu fez até uma palestra no meio do gramado do Mané Garrincha na véspera da abertura do torneio.
Zagallo foi o primeiro. Antes do primeiro amistoso, diante da Inglaterra, no mês passado, o ex-treinador e ponta da seleção conversou com os jogadores.
Na Bahia, Vampeta visitou a seleção. Em Minas, Felipão chamou Gilberto Silva e Cuca para a conversa.
No Rio de Janeiro, o treinador convidou o ex-jogador Evaristo de Macedo para dar uma palestra aos atletas. Evaristo foi artilheiro no Barcelona e no Real Madrid. Ele foi o único jogador a marcar cinco gols em uma partida com a camisa do Brasil. Nos anos 80, também treinou a seleção brasileira.

FOLHA.COM

Nenhum comentário: