ABAS

sexta-feira, 30 de março de 2012

Editor da Veja falou mais de duzentas vezes com Carlinhos Cachoeira

Policarpo Júnior, editor da Veja e Carlinhos Cachoeira: mais de 
200 telefonemas interceptados pela Polícia Federal
Policarpo Júnior, editor da Veja e Carlinhos Cachoeira: mais de 200 telefonemas interceptados pela Polícia Federal


Conforme adiantei no blog ontem, começaram a aparecer nomes dos jornalistas envolvidos com o contraventor Carlinhos Cachoeira. No relatório da Polícia Federal consta que o poderoso editor da Veja, Policarpo Júnior falou ao telefone com Carlinhos Cachoeira mais de duzentas vezes. O Ministério Público Federal quer agora ouvi-lo para saber o que tanto o “professor Cachoeira” conversava com o todo-poderoso editor da revista Veja, a mais influente do país.

Como ilustrei ontem, “essa cachoeira vai virar um tsunami”. Policarpo é só o primeiro dos jornalistas, juízes, políticos (deputados e senadores), policiais civis, militares e federais envolvidos na rede montada para proteger Carlinhos Cachoeira.

Também nas gravações, o atual governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) chafurda na lama, assim o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) só faltam oferecer procuração ao contraventor para falar em nome dos estados. A coisa envolve tanta gente poderosa que já entrou em campo um grupo querendo montar uma “operação abafa”, uma vez que a própria imprensa vai sair bastante enlameada do caso.

Aliás, fica no ar uma pergunta:

A revista Veja quando faz denúncias contra políticos pede sempre que o acusado seja afastado do cargo até o fim das investigações. Vai afastar o Policarpo?

BLOG DO GAROTINHO

Nenhum comentário: