ABAS

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

WikiLeaks: dos bilhões da compra de caças sairia a aposentadoria de Lula

O GOVERNO JÁ SINALIZOU A OPÇÃO PELOS CAÇAS FRANCESES RAFALE


Em outubro de 2010, já no final do governo Lula, um funcionário do governo americano no Brasil conversava sobre a compra iminente de aviões de combate pelo Brasil e afirmou a um consultor da empresa de inteligência e análise estratégica Stratfor, Marko Papic, categoricamente: "A compra de submarinos é tão sem sentido que só pode ter a ver com propina. Lula provavelmente está cuidando do seu plano de aposentadoria. E veja só: a compra acontece 'curiosamente' no fim de seu mandato. O mesmo vale para os jatos. Nosso Departamento do Tesouro é vingativo quando se depara com subornos. Não podemos fazer nenhum negócio real num lugar corrupto como o Brasil. Os franceses não têm esses problemas". A informação consta de um dos milhões de e-mails divulgados pelo site WikiLeaks nesta segunda-feira (27). Marko Papic acrescentou: "Não é que eu discorde, mas acredito que a França também tornou a propina ilegal". Segundo o WikiLeaks, o servidor americano finalizou a conversa afirmando: “Desculpe-me não ter mais informações no que diz respeito à estratégia brasileira. A nossa avaliação é de que isso é puramente suborno. A única diferença é que agora o Brasil tem dinheiro, muito dinheiro, e pode de fato adquirir os equipamentos. Quero dizer, seria mera coincidência eles comprarem tanto equipamento militar da França? Os franceses sabem como realizar subornos”. Em dezembro de 2008, o Brasil assinou com a França um acordo no valor de R$ 6,7 bilhões para construção de quatro submarinos Scorpène, uma base naval e um estaleiro. A compra de aviões de combate para a Força Aérea Brasileira, estimado em pelo menos R$ 10 bilhões, ainda não foi concluído. Há dias, a coluna Claudio Humberto revelou que o Brasil se prepara para anunciar em maio a opção pelos caças Rafale, produzidos pela francesa Dassault.

PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

Nenhum comentário: