ABAS

sábado, 31 de dezembro de 2011

2011, o ano da faxina internacional


Essa foi para valer: a bruxa cega fez hora extra no expediente, varrendo do mapa cidades, celebridades, ditadores, terroristas, PIBs e PIBões. Derrubou ministros, adoeceu presidentes e só não destruiu a Grécia porque Eike Batista transferiu a Acrópole para a bacia de Campos, mais suja que a lata de lixo do Planalto, que Dilma esqueceu de limpar. Mas a coluna juntou o rescaldo para confeccionar os tradicionais troféus do final do ano. Quem recusar, manda para a China, que ela devolve baratinho.

DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

Nenhum comentário: