ABAS

sábado, 31 de dezembro de 2011

Dr. Emetério, uma opção necessária e viável para Capistrano


O Médico Capistranense Dr. Francisco Emetério Sousa Sales, representa hoje a única expressão política capaz de libertar Capistrano de um retrocesso político histórico. Dr. Emetério, ao lado de sua equipe vem trabalhando incansavelmente tendo em vista, permitir que o povo de Capistrano possa vivenciar dias bem diferentes dos atuais. A maioria da população capistranense de uma forma consciente está a demonstrar que Dr. Emetério merece uma oportunidade ou seja Capistrano precisa se dar esta oportunidade. A esperança está voltando para o tão desiludido cidadão capistranense. Vale ressaltar que jamais na história de Capistrano um prefeito foi reeleito; e tudo está caminhando para a manutenção desse “ tabu”.

O futuro político de Rochinha em Capistrano-Ce

Foto-Arquivo Pessoal
 
O Ex- Vereador, Ex – Vice Prefeito e atual Secretário de Governo José Távora Costa mais conhecido como Rochinha foi sem sombra de dúvidas o grande articulador político nas últimas eleições de Capistrano. Atualmente, o mesmo encontra-se sem mandato. Muitos o consideram um “político” sem expressão, outros porém, o consideram um exímio e habilidoso estrategista político. Nas eleições municipais de 2008, Rochinha foi o grande responsável pela não tão esperada vitória do então candidato e hoje Prefeito de Capistrano Cláudio Bezerra Saraiva.
            A carreira política iniciou-se de uma forma positiva. Foi vereador e anos depois vice prefeito por duas vezes seguidas. Esteve ao lado do Dr. Henrique Mota na vitoriosa campanha de 2000, sendo que quando se viu sem espaço político ao lado do então prefeito Dr. Mota, Rochinha logo articulou uma saída. Tal atitude resultou no rompimento imediato que culminou em uma aliança que mais tarde derrotou o quase imbatível Dr. Mota . Rochinha foi reeleito ao lado de José Renato... Sua candidatura a prefeito parecia algo inabalável. Após a posse de José Renato em 2005, Rochinha não permaneceu muito tempo enquanto aliado do prefeito eleito. Apartir de então o mesmo passou a desenvolver um forte trabalho tendo em vista a sua candidatura a prefeito de Capistrano. Eu mesmo, que praticamente sempre o segui politicamente o ajudei na sua perspectiva de chegar ao poder executivo, no entanto, de uma forma misteriosa e sem muito diálogo Rochinha abandonou a sua candidatura e passou a apoiar incondicionalmente o na época vereador Cláudio Saraiva.
            Hoje Rochinha é o atual Secretário de Governo, sendo que logo no inicio da administração em curso teve uma passagem sem muito brilho pela Secretária Municipal de Educação. As grandes perguntas que se fazem são as seguintes: qual serão futuro político de Rochinha? Ainda tem condições de ser prefeito de Capistrano? A verdade é que o acima citado é imprevisível e poderá tentar de todas as formas reconquistar o seu espaço na política local, e o mínimo que tentará será pelo menos ser vice – prefeito; afinal de contas, um mandato daria a ela mais segurança para pleitear, isto é, galgar quem sabe o posto de prefeito.
            Para encerrar esta reflexão vale ressaltar que Rochinha é o responsável direto pela manutenção da imagem tão abalada do frágil e ineficiente governo do prefeito Claudio Saraiva. Se não fossem as habilidades jornalísticas e radiofônicas do Rochinha o governo citado já teria despencado totalmente, mas pelo jeito nem mesmo o habilidoso Rochinha será capaz de salvá-lo.

Obs: o texto acima é um ponto de vista parcial do blogueiro que vos escreve.

Por eleições, prefeitos ignoram apelos da União e aumentam gastos

Foto - Fonte: Faro Fino



Edna Simão, O Globo

Os prefeitos brasileiros ignoraram os apelos da equipe econômica para economizar dinheiro e aceleraram os gastos para garantir mais um mandato ou fazer o sucessor na disputa eleitoral de 2012.
Com isso, a União e os Estados pouparam de janeiro a novembro mais do que fizeram em todo o ano de 2010, não só para mostrar rigor fiscal por causa da crise internacional, mas para compensar o rombo deixado pelos municípios.
Para técnicos do Ministério da Fazenda, a pressão por aumento de gastos dos prefeitos continuará, o que poderá exigir já nos primeiros dias de 2012 um esforço adicional do governo federal – assim como ocorreu em 2011 – para o cumprimento da meta de superávit primário do setor público consolidado de R$ 139,8 bilhões.
Dados divulgados pelo Banco Central comprovam que a meta de superávit primário de 2011 será garantida pela economia do governo federal e dos Estados.
De janeiro a novembro, a União economizou R$ 131,741 bilhões (sem considerar o déficit da Previdência Social e do Banco Central), o equivalente a 3,49% do Produto Interno Bruto (PIB). Os dados de dezembro só serão fechados agora em janeiro.

BLOG DO NOBLAT

Xô, ano velho!

Cacá Diegues, O Globo

Deu outro dia no Ancelmo: "O brasileiro pobre acha que a vida melhorou nos últimos anos. Pesquisa do Ipespe, de Antonio Lavareda, mostrou que, para 85% dos brasileiros da classe C, a vida deles está melhor, comparada à de seus pais. E, para 87%, a vida de seus filhos ainda será melhor. Para os próximos meses, 81% planejam comprar casa própria; 61%, uma TV de plasma; 60%, um carro; e 56%, um computador."
E isso deve ser mesmo verdade. Os ingleses acabam de anunciar que já somos a sexta economia do mundo, tendo ultrapassado o próprio Reino Unido. E a presidente Dilma diz que, no ano que vem, o crescimento do PIB será de 5%, e a inflação não passará da meta.
Aliás, o Ibope apurou que, em seu primeiro ano de mandato, a presidente tem uma aprovação popular superior às de Fernando Henrique e Lula no mesmo período. Bem que o comercial da Caixa Econômica Federal vem nos garantindo que a vida do brasileiro continua melhorando e que 2011 "foi um ano inesquecível para o Brasil e para milhões de brasileiros".
Mas para tudo há sempre controvérsias. Somos a sexta economia do mundo, mas nosso ministro da Fazenda avisa que ainda estamos muito aquém dos europeus em matéria de renda per capita. Ou seja, o Brasil vai muito bem; o brasileiro, nem tanto.
A controvérsia não acaba nunca; cada vez que damos um passo à frente, um novo obstáculo surge diante de nós. Talvez seja esse o modo mais simples de explicar o que é a vida.
A nova classe média brasileira cresce; mas ainda temos uns 20 milhões de cidadãos (todos o são) abaixo da linha de pobreza. João Gilberto ganhou ação contra a EMI, recuperando o direito de proteger suas obras-primas; mas teve que cancelar os shows em que celebraria seus 80 anos de idade. A chamada partícula de Deus, o bóson de Higgs que decifra todos os mistérios da matéria, parece que foi enfim encontrada; mas cientistas europeus e americanos criaram em laboratório uma linhagem mortal de vírus da gripe aviária. Antonio Pimenta Neves e Nem foram finalmente presos; mas tantos corruptos e corruptores (esses também existem) andam à solta por aí. Kim Jong-il morreu; mas Vaclav Havel também. E assim por diante.
Não sou do contra, reconheço que 2011, de um modo geral, foi mesmo um ano muito bom para todo mundo. Mas peço licença para dizer que, para mim, foi uma boa porcaria.

BLOG DO NOBLAT

Charge de Chico Caruso

2011, o ano da faxina internacional


Essa foi para valer: a bruxa cega fez hora extra no expediente, varrendo do mapa cidades, celebridades, ditadores, terroristas, PIBs e PIBões. Derrubou ministros, adoeceu presidentes e só não destruiu a Grécia porque Eike Batista transferiu a Acrópole para a bacia de Campos, mais suja que a lata de lixo do Planalto, que Dilma esqueceu de limpar. Mas a coluna juntou o rescaldo para confeccionar os tradicionais troféus do final do ano. Quem recusar, manda para a China, que ela devolve baratinho.

DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Dr. Emetério, uma opção necessária e viável para Capistrano


O Médico Capistranense Dr. Francisco Emetério Sousa Sales, representa hoje a única expressão política capaz de libertar Capistrano de um retrocesso político histórico. Dr. Emetério, ao lado de sua equipe vem trabalhando incansavelmente tendo em vista, permitir que o povo de Capistrano possa vivenciar dias bem diferentes dos atuais. A maioria da população capistranense de uma forma consciente está a demonstrar que Dr. Emetério merece uma oportunidade ou seja Capistrano precisa se dar esta oportunidade. A esperança está voltando para o tão desiludido cidadão capistranense. Vale ressaltar que jamais na história de Capistrano um prefeito foi reeleito; e tudo está caminhando para a manutenção desse “ tabu”.

O futuro político de Rochinha em Capistrano-Ce

Foto-Arquivo Pessoal


O Ex- Vereador, Ex – Vice Prefeito e atual Secretário de Governo José Távora Costa mais conhecido como Rochinha foi sem sombra de dúvidas o grande articulador político nas últimas eleições de Capistrano. Atualmente, o mesmo encontra-se sem mandato. Muitos o consideram um “político” sem expressão, outros porém, o consideram um exímio e habilidoso estrategista político. Nas eleições municipais de 2008, Rochinha foi o grande responsável pela não tão esperada vitória do então candidato e hoje Prefeito de Capistrano Cláudio Bezerra Saraiva.
            A carreira política iniciou-se de uma forma positiva. Foi vereador e anos depois vice prefeito por duas vezes seguidas. Esteve ao lado do Dr. Henrique Mota na vitoriosa campanha de 2000, sendo que quando se viu sem espaço político ao lado do então prefeito Dr. Mota, Rochinha logo articulou uma saída. Tal atitude resultou no rompimento imediato que culminou em uma aliança que mais tarde derrotou o quase imbatível Dr. Mota . Rochinha foi reeleito ao lado de José Renato... Sua candidatura a prefeito parecia algo inabalável. Após a posse de José Renato em 2005, Rochinha não permaneceu muito tempo enquanto aliado do prefeito eleito. Apartir de então o mesmo passou a desenvolver um forte trabalho tendo em vista a sua candidatura a prefeito de Capistrano. Eu mesmo, que praticamente sempre o segui politicamente o ajudei na sua perspectiva de chegar ao poder executivo, no entanto, de uma forma misteriosa e sem muito diálogo Rochinha abandonou a sua candidatura e passou a apoiar incondicionalmente o na época vereador Cláudio Saraiva.
            Hoje Rochinha é o atual Secretário de Governo, sendo que logo no inicio da administração em curso teve uma passagem sem muito brilho pela Secretária Municipal de Educação. As grandes perguntas que se fazem são as seguintes: qual serão futuro político de Rochinha? Ainda tem condições de ser prefeito de Capistrano? A verdade é que o acima citado é imprevisível e poderá tentar de todas as formas reconquistar o seu espaço na política local, e o mínimo que tentará será pelo menos ser vice – prefeito; afinal de contas, um mandato daria a ela mais segurança para pleitear, isto é, galgar quem sabe o posto de prefeito.
            Para encerrar esta reflexão vale ressaltar que Rochinha é o responsável direto pela manutenção da imagem tão abalada do frágil e ineficiente governo do prefeito Claudio Saraiva. Se não fossem as habilidades jornalísticas e radiofônicas do Rochinha o governo citado já teria despencado totalmente, mas pelo jeito nem mesmo o habilidoso Rochinha será capaz de salvá-lo.

Obs: o texto acima é um ponto de vista parcial do blogueiro que vos escreve.

DE UM AMIGO DE CAPISTRANO SOBRE UM CERTO POLITICO

"Não foi o fato de teres mentido, mas o de não poder crer em ti, que me abalou profundamente."
Nietzche

Padre Haroldo Coelho manifesta Solidariedade

Do Padre e  Professor aposentado da UECE:
Meus Caros, estive hoje no Programa do Nosso amigo Dr. Cid Carvalho, quando me solidarizei para com os Policiais e Bombeiros Militares, que além do sentido de Hierarquia  do poder militar, há uma outra muito mais importante que a precede, isto é, a hierarquia do pão da roupa, da cultura, da saude e da dignidade da pessoa humana, pois ninguém se realiza como ser humano sem usufruir de dignos salários. Solidarizei-me ainda como meu caro amigo Dr. Deodato Ramalho pela injustiça sofrida e, por ultimo solidarizeime, a grande mulher, Corregedora do CNJ Dra. Eliana,  Calmon, pela coragem diantes das grandes contradções da tão alienada justiça brasileira

O DIA QUE O GOVERNADOR CID GOMES TREMEU

CAPITÃO WAGNER SOUSA , A MAIS NOVA LIDERANÇA POLITICA DO SOFRIDO POVO CEARENSE

Charge de Amarildo

Frase do Dia do Blog do Noblat


"Ninguém pense que engana a Dilma! Ela conhece todo mundo muito bem desde que era ministra."

Carlos Araújo, advogado e ex-marido da presidente Dilma Rousseff

FARRA COM DINHEIRO DO POVO: Festa na Esplanada dos Ministérios custará R$ 2,3 mi aos cofres públicos

 
A festa de virada de ano na Esplanada dos Ministério custará R$ 2,3 milhões ao cofres públicos. O valor foi confirmado nesta quinta (29) pela Secretaria de Cultura. Segundo o órgão, a demora na divulgação se deve as complicações na contratação dos serviços que serão prestados no evento. Mesmo com os problemas de licitações, o Governo do Distrito Federal (GDF) garante que a festa vai ocorrer normalmente, a partir das 20 horas do dia 31. “Todos os setores do governo se uniram para que o evento [da virada do ano] seja um sucesso”, disse a subsecretária de Políticas e Promoções Culturais da Secretaria de Cultura, Fátima de Deus. Informações da Agência Brasil.
 
DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

Filho de peixe

Daniel, 9, filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), vai longe: com a língua de fora roubou a cena da posse do pai, quarta (28), tirando o ex-ficha suja do foco. Merece a Disneilândia. Com grana do papai.

Renan se salvou de uma rasteira do PMDB

Andre Dusek/AE - 21/12/2011
Eunício Oliveira (à esq.) conversa com Renan Calheiros durante a sessão da CCJ do Senado


O Planalto acompanha de perto, e sem se envolver, a disputa interna que se trava dentro da bancada do PMDB no recesso parlamentar. O senador Eduardo Braga (AM) conseguiu oito assinaturas dos 16 senadores peemedebistas. Com mais uma adesão ele destituiria o senador Renan Calheiros do cargo de líder. Renan só não perdeu a função porque o senador Eunício Oliveira não topou aderir.

Por um triz

Após verificar que não teria o apoio do senador Eunício Oliveira, Eduardo Braga teve que desistir da sua tão sonhada liderança.

Contando votos

A posse de Jader Barbalho na última quarta (28) no Senado, dá um fôlego novo a Renan, que passa a ter um senador a mais a seu favor.

Off no Caribe

Após o episódio, Braga está incomunicável. Resolveu esfriar a cabeça com a família no Caribe, de onde só retorna após o Ano Novo.

DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

ALGUMAS PREFEITURAS NÃO VÃO PAGAR ABONO AOS PROFESSORES: EM BREVE, MAIS DETALHES...

Faltam 300 mil professores na redes estaduais e municipais


Marcelo Remígio, O Globo

O ano de 2012 começará com velhos problemas na rede pública de ensino. Estimativa da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação aponta déficit de cerca de 300 mil professores no país — nas redes estaduais e municipais —, número que corresponde a 15% do total de educadores em salas de aula (2 milhões).
Salários baixos, falta de educadores no mercado, ausência de planos de carreira e mau gerenciamento do quadro de servidores — muitos estão desviados de função — são apontados como causas da carência.
Para amenizar a crise, estados e municípios recorreram a concursos e contratos temporários, e professores passaram a lecionar em áreas diferentes da sua formação. 
Hoje o piso nacional do magistério para 40 horas é de R$ 1.187. Para o Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino do Rio (Sepe), o valor não motiva a permanência na escola.
De acordo com o Sepe, em 2012 a falta de professores continuará a ser crônica na rede estadual, que perderá um educador a cada dia útil por exoneração, mantendo a média deste ano.
O déficit nas escolas — a maioria de ensino médio —, chegaria a 10 mil profissionais. Na capital, os números são igualmente preocupantes: 5 mil estimados.
Presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleuza Repulho diz que a saída é a aprovação, em 2012, do Plano Nacional de Educação (PNE).
— O PNE prevê plano de carreira. O professor quer buscar a chance de crescimento profissional. Se não for feito nada chegaremos a um ponto que haverá orçamento e alunos, mas não educadores — diz Cleuza, que aponta as áreas de Química, Física e Matemática como críticas.

BLOG DO NOBLAT

AGU recupera R$ 70 mi desviados do INSS por Jorgina

Jorgina é a maior fraudadora da Previdência Social, que o Brasil já conheceu



Estadão.com

As unidades do Rio de Janeiro e do Espírito Santo da Advocacia Geral da União (AGU) conseguiram recuperar, neste ano, mais de R$ 70 milhões em ouro, dólares e leilões de imóveis da fraudadora do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Jorgina de Freitas. O esquema de corrupção ocorreu em 1990.
Segundo nota da AGU, a dívida aproximada da quadrilha de Jorgina é de R$ 2 bilhões. Em setembro passado, os procuradores passaram para a União a administração de 44 imóveis sequestrados do advogado Ilson Escóssia, qualificado como o "maior advogado fraudador do INSS".
"Nós cuidamos da locação desses imóveis e todo valor arrecadado, seja com a locação ou venda vai para o órgão que sofreu com a fraude", explicou o procurador Regional Federal na 2ª Região, Marcos da Silva Couto.
Só de Escóssia foram recuperados cerca de R$ 35 milhões, com o leilão de 36 outros imóveis e de 522 kg de ouro. Segundo a AGU,ainda existem cerca de 300 imóveis da quadrilha a serem apregoados, que dependem de avaliação do Tribunal de Justiça do Rio.

BLOG DO NOBLAT

Jader chega ao Senado como forte aliado de Sarney

Foto: Beto Barata / Agência Estado

André Jubé Vianna, Estadão.com

A posse do ex-governador Jader Barbalho (PA) no Senado fortalece o PMDB e reforça o time fiel ao presidente do Senado, José Sarney (AP), e ao líder do partido na Casa, Renan Calheiros (AL).
Jader chega como aliado de peso de Renan, num momento em que sua liderança é contestada pelo chamado G8 - grupo de oito senadores que aportaram no início do ano e reivindicam voz e poder decisório na bancada.
A bancada peemedebista começou o ano com 21 titulares e acabou reduzida a 17, dos quais oito questionam a liderança de Renan.
Um dos expoentes do grupo, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), defende que haja nova eleição de líder no ano que vem, enquanto Renan espera continuar no cargo por mais um ano a fim de se cacifar para a sucessão presidencial na Casa em 2013.
É nesse cenário que Jader fará diferença. Homem forte do PMDB - foi presidente da legenda, presidente do Senado e líder da bancada - Jader não vai disputar espaço com Renan nem com Sarney num primeiro momento.
O papel de Jader será outro: político experiente e hábil articulador, ele está pronto para defender o projeto de poder de Sarney e Renan, que empunharam armas para apressar o desfecho de seu julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

BLOG DO NOBLAT

Charge de Chico Caruso

Fala sério

 
O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) tentará barrar projeto da era Lula que tramita no Senado criando 1.293 cargos em comissão no Itamaraty, ao custo de R$600 milhões. Ele justifica que, para cortar gastos, o governo não deu reajuste ao funcionalismo em 2012.
 
DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

PT se prepara para guerra e já ameaça o PSB


O presidente nacional do PT, Rui Falcão, diz preparar-se para o embate contra o PSB, em 2014, e ainda garante que a orientação é da presidenta Dilma. Os petistas estão a cada dia mais desconfiados com o comportamento do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, principal estrela do PSB. Dizem abertamente que o PSB não pode insistir numa atitude independente, ou será tratado como inimigo.

Xodó ameaçado

O crescimento do PSB e sua política de aliança já levou até Lula a fazer reparos às atitudes do governador Eduardo Campos, seu xodó.

DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

'A Privataria Tucana' entra no ranking de livros mais vendidos


Debora Melo e Guilherme Balza, UOL Notícias

Lançado em 9 de dezembro deste ano, o livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., alcançou o topo do ranking de livros mais vendidos do site especializado em mercado editorial PublishNews.
O site contabiliza as vendas de 12 livrarias –Argumento, Cultura, Curitiba, Fnac, Laselva, Leitura, Martins Fontes SP, Nobel, Saraiva, Super News, Travessa e da Vila. 
A obra aponta supostas irregularidades nas privatizações ocorridas durante os governos de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). O livro afirma também que amigos e parentes de José Serra mantiveram empresas em paraísos fiscais e movimentaram milhões de dólares entre 1993 e 2003.

BLOG DO NOBLAT

Brasil ainda tem 1 milhão de crianças que trabalham


Folha de São Paulo

Apesar dos avanços registrados na década passada, mais de 1 milhão de crianças de 10 a 14 anos, ou 6% do total, ainda trabalhavam no Brasil em 2010.
Tabulações feitas pela Folha no Censo do IBGE mostram que o problema é mais grave no Norte, onde praticamente uma em cada dez crianças exerce atividade econômica remunerada ou não.

A tentação de sentir-se poderoso


Poucos escapam dessa armadilha.
Por circularem na companhia de figuras públicas, freqüentarem ambientes onde são tomadas decisões e publicarem o que viram ou ouviram falar de importante, jornalistas imaginam que têm poder ou que fazem parte do poder.
Têm poder até o momento em que são despedidos. Fazem parte do poder se concordam em servir aos que de fato o detêm.
Os donos de jornal e dos demais meios de comunicação, estes sim, são poderosos. Porque não podem ser despedidos – no máximo, quebram. E porque a mídia é cada vez mais poderosa no mundo. Sem ela não se governa. Sem ela não se ganham guerras. Sem ela não se fazem negócios.
O poder do jornalista é relativo, ocasional e temporário.
Nunca me encantei com o poder. Mas pensei que tivesse adquirido algum quando me tornei titular em 1989 da coluna diária “Coisas da Política”, no Jornal do Brasil. Nos dois anos anteriores, havia sido o interino da “Coluna do Castelo”, escrita pelo jornalista Carlos Castelo Branco, o Castelinho.
O presidente do jornal, Manoel Francisco do Nascimento Brito, me dissera mais de uma vez que um dia eu sucederia Castelinho porque o colunista sofria de câncer e precisava se aposentar para enfrentar a doença.
Escrevi a coluna “Coisas da Política” com ampla liberdade, contando tudo que conseguia apurar e dizendo tudo que achava que devia dizer. Aquele foi o ano da sucessão do presidente José Sarney. E do surgimento do fenômeno eleitoral chamado Fernando Collor de Melo.
Bati forte em Collor porque sabia que ele era uma farsa. Como de resto o sabia a maioria dos jornalistas que cobriam política no eixo Brasília – Rio – São Paulo.
A coluna se tornou o espaço mais lido das páginas de política do jornal. Mas nem isto impediu que eu acabasse demitido por telefone cinco dias depois da eleição de Collor.
Jamais me disseram porque fui demitido. Como colunista político, tive um funeral de luxo.
Recebi telefonemas de solidariedade do presidente Sarney, de ministros de Estado, do deputado Ulysses Guimarães, presidente do PMDB, de Lula, do então governador Leonel Brizola e de empresários de peso. Colegas assinaram manifestos em protesto contra minha demissão.
Soube que leitores antigos do jornal cancelaram sua assinatura. Brizola me enviou um emissário com o convite para ser candidato do PDT a deputado federal pelo Rio de Janeiro. Agradeci, mas não aceitei. Fui paraninfo de turmas de jornalismo em universidades do Rio e de Brasília.
Uma editora carioca reuniu as colunas que escrevi e publicou-as com o título de O Céu dos Favoritos. O lançamento do livro, no Rio, provocou engarrafamento de trânsito. Autografei cerca de 800 exemplares.
Compareceram todos os candidatos ao governo do Rio nas eleições do ano seguinte, escritores conhecidos como Antônio Callado, Millôr Fernandes, Roberto Campos e Barbosa Lima Sobrinho, alguns generais da reserva, muitos estudantes e donas-de-casa, e até a cantora Eliana Pitmann.
Passou por lá um tal de Bussunda. Pelo menos foi esse o nome que ele me deu quando autografei seu exemplar do livro. Desconfio até hoje que escrevi errado o nome dele na hora do autógrafo.
Nenhum jornal ou revista me ofereceu emprego depois que fui demitido. Passei os três anos seguintes como funcionário da Propeg, agência de publicidade baiana onde tinha amigos. No Natal de 1990, o único cartão de Boas Festas que recebi tinha a assinatura do deputado federal Osvaldo Coelho, do PFL de Pernambuco. Acompanhou o cartão um doce melão colhido às margens do rio São Francisco, na fronteira de Pernambuco com a Bahia.

RICARDO NOBLAT

Humor...

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

É possível governo e oposição juntos


Pelo menos em matéria de educação no Congresso Nacional. O atual ministro do Turismo Gastão Vieira patrocinou, antes de ministro, como deputado especializado em educação, projeto de lei que estabelece a responsabilidade individual dos administradores educacionais, quando não cumprem com as metas da educação nacional.
O deputado Raul Henry de Pernambuco, da oposição, é o relator na Câmara do projeto da Professora Raquel Teixeira na mesma direção. O que ambos pretendem?
Fácil entender. No governo Fernando Henrique foi criada a lei de responsabilidade fiscal. Tudo indica inspirada pelo intermitente jurista, o economista Edmar Bacha. Esta lei juntamente com a Resolução n. 40 do Senado Federal proíbe aos estados e municipios se endividarem acima de um limite de duas e 1,2 vezes, respectivamente, da sua receita pública corrente.
Foi e ainda é um dique legal para os governos conterem suas despesas. Proibe e responsabiliza individualmente os administradores públicos que gastarem mais do que deve.
Se esta lei estivesse em vigor em vários países da Europa, a crise atual seria outra. As dívidas dos países, menores. Tanto que, por lá, estudam a possibilidade de adotá-la agora. Antes tarde do que nunca.
Esta lei protege os governadores, prefeitos e parlamentares da permanente pressão dos eleitores que querem sempre mais benefícios do estado.
Este mesmo principio – responsabilizar individualmente os administradores públicos – é usado para a educação. Em outro sentido. Quase ao contrário.
Se os administradores não gastarem, e bem, em educação, até um certo limite, incorrem em crime de responsabilidade por violação aos direitos individuais e sociais (sendo o direito à educação um destes direitos). Incorrem também em improbidade adminstrativa. E mais. Cometem infração político-administrativa.

Joaquim Falcão escreve quinzenalmente para o Blog do Noblat



BLOG DO NOBLAT

Mantega: ‘Brasil levará até 20 anos para ter padrão europeu’

O ministro Guido Mantega (Fazenda), afirmou nesta segunda (26) que o Brasil vai levar entre 10 e 20 anos para alcançar um padrão de vida europeu. "Vamos ter de continuar crescendo mais do que esses países, aumentar o emprego e a renda da população. Nós temos um grande desafio pela frente", disse Mantega. O ministro da Fazenda já havia dito que o país se tornaria a sexta maior economia do mundo em 2011 e que o objetivo era ultrapassar a França para se tornar a quinta maior economia nos próximos anos. Hoje, um grupo de pesquisa com sede em Londres informou que o Brasil superou o Reino Unido e passou a ser a sexta maior economia do mundo.
 
PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

Prazo para atualizar cadastro do Bolsa Família vai até sexta

 
Os beneficiários do Programa Bolsa Família têm até a próxima sexta (26) para informar eventuais mudanças em seu cadastro. A atualização de dados deve ser feita a cada dois anos para que o governo tome ciência de mudanças como alteração de endereço, de renda ou localização da escola dos filhos. Isso porque dados como esses retratam a realidade dos beneficiários e garantem que o programa chegue à parcela da população com renda per capita de até R$ 140. A atualização é feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e pelos municípios. Quem permanecer com informações cadastrais desatualizadas há mais de dois anos pode ter o benefício bloqueado e até cancelado.
 
PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012: Caso o Prefeito de Capistrano Claudio Saraiva seja candidato a reeleição quem seria o seu vice?

 Foto do Site Biriteiros.com.br                

Faltando menos de um ano para as eleições municipais de 2012, no Município de Capistrano a pré campanha anda bem movimentada. De um lado a oposição, formada pelos partidos, PPS, PMDB, PTN, PHS, PSL, PRTB e PV que integram a chamada Frente de Libertação de Capistrano está se organizando para em março ou no máximo em maio apresentar concretamente um candidato à população capistranense. Dentre os nomes da oposição encontram-se os de Dr Emetério- PPS, preferido por aqueles que defendem uma renovação profunda e radical; outro nome da oposição é o de ex- prefeito Zé Renato - PMDB. 

 Há uma especulação em Capistrano quanto ao nome que comporá a chapa da situação ao lado do Prefeito Cláudio Saraiva- PDT, caso o mesmo possa disputar reeleição. A pergunta que não quer calar para o grupo que acompanha o Prefeito é quem será o seu candidato a vice. De um lado a atual vice - prefeita Inês Nascimento, esposa do atual presidente da Câmara, se articula para continuar na vice. Enquanto isso do outro lado o ex- vice prefeito e atual Secretário de Governo Rochinha vem se mobilizando para ser o indicado. Segundo o que ouvimos nos bastidores é que o nome do Rochinha é o preferido e vem ganhando força e espaço. Só nos resta esperar o desfecho dessa incógnita.

                   Minha posição: independente do que venha a acontecer, apoiarei o candidato da oposição, e o meu preferido é o companheiro Dr. Emetério - o único nome capaz de atrair a atenção e confiança dos capistranenses que encontram-se tão decepcionados.

Investigações em 5 ministérios apontam desvios de R$ 1,1 bilhão

Foto: Givaldo Barbosa / O Globo


Roberto Maltchik, O Globo

Além de derrubar cinco ministros este ano, as investigações de desvio de recursos públicos em órgãos federais identificaram ao menos 88 servidores públicos, de carreira ou não, suspeitos de envolvimento em ações escusas que acumulam dano potencial de R$ 1,1 bilhão.
Esse valor inclui recursos pagos e também dinheiro cuja liberação chegou a ser barrada antes do pagamento. A recuperação do que saiu irregularmente dos cofres públicos ainda dependerá de um longo e penoso processo, até que parte desse dinheiro retorne ao Erário.
Os desvios foram constatados em investigações da Controladoria Geral da União (CGU) e dos cinco ministérios cujos titulares foram exonerados — Transportes, Agricultura, Turismo, Esporte e Trabalho. Outros dois ministros — da Casa Civil e da Defesa — caíram este ano, mas não por irregularidades neste governo. Antonio Palocci (Casa Civil) saiu por suspeitas de tráfico de influência antes de virar ministro, e Nelson Jobim (Defesa), após fazer críticas ao governo.
A contabilidade exclui investigações ainda não encerradas pela Polícia Federal, que apura se houve ou não pagamento de propina a servidores, apontados como facilitadores dos esquemas de corrupção em Brasília e nos braços estaduais dos órgãos federais. Somente nas últimas semanas, a Polícia Federal desmontou três esquemas de corrupção intimamente ligados às denúncias.

BLOG DO ELIOMAR

Dilma inicia férias na Bahia nesta 3ª feira


“A presidenta Dilma Rousseff viajará amanhã (26) para um período de descanso. Ela ficará na Base da Marinha de Aratu, na região metropolitana de Salvador, na Bahia, acompanhada de sua família.
Ainda não há previsão de até quando a presidenta permanecerá na Bahia. Há uma estimativa de que ela possa voltar para Brasília na primeira semana de janeiro, entre os dias 4 e 5. Seu período de férias vai até 10 de janeiro.
No retorno, a presidenta deverá cuidar de ajustes em seu ministério que terá alterações devido à saída, ainda em janeiro, de ministros que concorrerão às eleições municipais marcadas para outubro.
Dilma passou o Natal no Palácio da Alvorada com a família. A presidenta mandou decorar a residência oficial com motivos natalinos para receber sua filha, Paula, e o neto Gabriel, além da mãe.”

(Agência Brasil)
(Blog do Eliomar)

Um Presépio diferente

Uma representação incomum do nascimento de Jesus em um shopping center de Honduras está gerando debates e críticas. A opção deste ano é mesclar a cena tradicional de Jesus em meio a José, Maria e os animais, com imagens vívidas da violência de gangues, da polícia e a morte de Osama bin Laden e Muammar Kaddafi, entre outros eventos recentes.
Centenas de pessoas foram ao shopping para ver as pequenas figuras de plástico e de argila que adornam uma mini-cidade com cerca de 100 metros quadrados. O presépio foi elaborado e construído pelo arquiteto Fernando Martinez, ex-primeiro-ministro de Honduras.
Martinez, que também foi ministro das Relações Exteriores, lembra que construiu seu primeiro presépio ainda menino, junto com sua mãe, em 1950. Desde 1985 ele vem criando cenários em grande escala que mesclam imagens de temas atuais com o nascimento de Cristo em Belém.
A cena gigante no shopping Multiplaza, na capital Tegucigalpa, testemunha um mundo em crise, onde a violência se alastra em outros lugares. Debaixo de um aviso que dizia “Violência”, brinquedos reencenam a onda de criminalidade que varreu Honduras, país que tem as taxas de assassinato mais altas do mundo, segundo as Nações Unidas.
Durante a inauguração da obra, na semana passada, Martinez explicou:  ”Eu sempre tento melhorar no design, usando princípios morais e cristãos para lembrar o nascimento de nosso senhor Jesus Cristo, o Príncipe da Paz.”
Mas entre o fluxo constante de clientes curiosos, alguns pais que levaram seus filhos ao shopping disseram estar surpresos com as figuras que retratam a brutalidade que assola o mundo.
Outros não gostaram de ver imagens reproduzindo o assassinato de Osama bin Laden por soldados dos EUA e a morte violenta de Kaddafi na Líbia. Para eles, a mensagem do Natal de paz e não de guerra. As reclamações são que esses elementos “prejudicam” a cena do presépio e podem assustar as crianças.
Um letreiro na minicidade dizia: “Limpe a polícia”, lembrando um escândalo que levou o presidente Porfirio Lobo a prometer que demitiria da força policial todos que estivessem “comprovadamente envolvidos com o crime organizado”.
Foi preciso a morte de dois estudantes pelas mãos da polícia dois meses atrás para uma investigação mais profunda revelar que delegacias de polícia inteiras estavam tomada por grupos criminosos envolvidos em sequestros, roubos de carros, tráfico de drogas e esquemas de venda de proteção.
No dia em que o presépio foi aberto ao público, mais de 30 policiais foram destacados para fazer a segurança, pois havia temor de alguma manifestação de religiosos contrários à representação.
Traduzido e adaptado por Gospel Prime de  Brisbane Times

domingo, 25 de dezembro de 2011

Prece ao Menino Jesus

Que o Menino Jesus se sinta acolhido em nosso coração e que tenhamos
UM GRANDE E FELIZ NATAL!!!!!



Menino Jesus!
Faz nascer novamente no coração de cada um de nós:


A INOCÊNCIA - Para sabermos ser transparentes

O CARINHO - Para cativarmos nossos amigos

A CONFIANÇA MÚTUA - Para consolidarmos os pactos em construção

A GRATIDÃO - Para valorizarmos a vida em plenitude

O PERDÃO - Para reconciliarmo-nos no amor

A COMPREENSÃO - Para sabermos perdoar 70 x 7 vezes

A SIMPATIA - Para atrairmos só energias positivas

O ENCANTAMENTO - Para apaixonarmo-nos pela busca de felicidade

A SABEDORIA - Para respeitarmos os pontos de vista do outro

A VERDADE - Para encontrarmos os caminhos certos

A SOLIDARIEDADE - Para aprendermos juntos a reconstruir caminhos

A FÉ - Para acreditarmos também no outro

A ESPERANÇA - Para preservarmos a direção do transcendente

A PAZ - Para ajudarmos a construir sempre

A CORAGEM - Para sabermos retomar nossos sonhos

A DETERMINAÇÃO - Para promovermos a justiça

A VONTADE DE AMAR - Para sermos sempre felizes!
 

sábado, 24 de dezembro de 2011

Certas comparações sobre Lula e Dilma misturam banana com laranja



Os respeitáveis índices de aprovação de Dilma Rousseff têm produzido uma análise política derivada.
Comparam-se os índices de aprovação de Dilma no primeiro ano de seu mandato com aqueles que Luiz Inácio Lula da Silva obteve na mesma fase de seu governo para se concluir que a criadora superou a criatura.
O cuidado para comparar o desempenho de presidentes na mesma fase do mandato tem, em sua origem, uma preocupação justa. O pressuposto é que o poder desgasta, os governos sempre decepcionam e, quanto mais tempo um presidente permanece no cargo, menores serão seus índices de aprovação.
Eu acho que, neste caso concreto, o risco de comparar banana com laranja é real. O problema é que o governo Lula não repetiu essa regra. O presidente que terminou o governo em 2010 encontrava-se num patamar muito superior ao que possuía em 2003. Não se desgastou. Cresceu.
No primeiro ano de seu primeiro mandato, Lula era um presidente de oposição que herdara um péssimo fim de governo de FHC. No final de 2002, a inflação chegara à casa dos dois dígitos, o desemprego estava em alta e, em nome de um esforço para ganhar a confiança dos mercados, o crescimento foi rebaixado.
O final do governo Lula foi uma unanimidade. Ele deixou o posto com 87% de aprovação, recorde mundial.
Dilma herdou o bom crescimento econômico, acentuado especialmente em 2010. Tomou posse como uma presidente de continuidade, colhendo os benefícios do fim do governo Lula.
O índice de aprovação pessoal de Dilma é de 72%. É altíssimo, sob qualquer critério. Mas ela enfrenta uma situação diversa. Enquanto a herança que Lula recebeu jogava sua popularidade para baixo, a de Dilma empurrava para cima.

BLOG DO NOBLAT

Dilma fixa salário mínimo em R$ 622 e poupa R$ 900 milhões


A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira (23) o decreto que prevê salário mínimo de R$ 622 a partir de janeiro de 2012. A decisão deve ser publicada no “Diário Oficial da União” no início da próxima semana.
É a primeira vez que a administração petista não arredonda o valor do piso salarial para um múltiplo de R$ 5. Essa prática era seguida, de acordo com as explicações anteriores, para facilitar os saques em caixas eletrônicos.
Desde o segundo mandato do presidente Lula, os reajustes anuais do mínimo têm seguido uma fórmula que combina o INPC acumulado desde o aumento anterior e o crescimento da economia do ano retrasado.
De acordo com lei publicada no início do ano, que também estabeleceu o piso salarial brasileiro em R$ 545, essa metodologia será seguida pelo menos até 2015.

(Folha)
(Blog do Eliomar)

Juízes defendem corregedora do CNJ e expõem racha da categoria


Um grupo de juízes federais começou a coletar nesta sexta-feira (23) assinaturas para um manifesto público condenando as críticas feitas pela Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) à atuação da corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.
“Entendemos que a agressividade das notas públicas da Ajufe não retrata o sentimento da magistratura federal. Em princípio, os juízes federais não são contrários às investigações promovidas pela corregedora. Se eventual abuso investigatório ocorrer é questão a ser analisada concretamente”, afirma o manifesto, para realçar que “não soa razoável, de plano, impedir a atuação de controle da corregedoria”.
A ideia surgiu em lista de discussão de magistrados federais na internet. Foi proposta pelo juiz federal Rogério Polezze, de São Paulo. Ganhou adesões após a manifestação do juiz Sergio Moro, do Paraná, especializado em casos de lavagem de dinheiro, não convencido de que houve quebra de sigilo de 200 mil juízes. “Não estou de acordo com as ações propostas no STF nem com as desastradas declarações e notas na imprensa”, disse Moro. “É duro como associado fazer parte dos ataques contra a ministra.”
“Não me sinto representado pela Ajufe, apesar de filiado”, afirmou o juiz federal Jeferson Schneider, do Paraná, em mensagem na lista de discussão dos juízes. Marcello Enes Figueira disse que “assinava em baixo do que afirmou o colega Sergio Moro”.
O juiz federal Odilon de Oliveira, de Campo Grande (MS), também aderiu, afirmando que “entregar” a ministra era um “absurdo” que a Ajufe cometia. “A atitude da Ajufe, em represália à ministra é inaceitável”, diz o juiz Eduardo Cubas, de Goiás.
O juiz Roberto Wanderley Nogueira, de Pernambuco, criticou as manifestações das entidades. E disse que “a ministra não merece ser censurada, e tanto menos execrada pelos seus iguais, pois seu único pecado foi ser implacável contra a corrupção”.
O presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, atribuiu a iniciativa à proximidade das eleições para renovação da diretoria da Ajufe, em fevereiro. “É um número bastante pequeno, diante de 2.000 juízes federais”, disse. “São manifestações democráticas e respeitamos o direito de crítica.”
A Ajufe e outras duas associações de juízes entraram ontem com representação na Procuradoria-Geral da República contra Calmon, para que seja investigada sua conduta na investigação sobre pagamentos atípicos a magistrados e servidores.
Para os juízes, a ministra quebrou o sigilo fiscal dos investigados, ao pedir que os tribunais encaminhassem as declarações de imposto de renda dos juízes.
“Não se pode determinar ou promover a ‘inspeção’ das ‘declarações de bens e valores’ dessas pessoas, porque tais declarações são sigilosas e não poderiam ser objeto de qualquer exame por parte da corregedora nacional de Justiça”, diz a representação.
Calmon não comentou a representação dos juízes. Anteontem, a ministra disse que os magistrados e servidores são obrigados a entregar aos tribunais todo ano a declaração de Imposto de Renda.
Segundo Calmon, os dados são entregues aos tribunais justamente para que a corregedoria tenha acesso, e não para “ficarem dentro de arquivos”.
O objetivo da corregedora é cruzar as informações com levantamento do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que apontou 3.438 juízes e servidores com movimentações atípicas.
A polêmica começou quando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski mandou parar a investigação no Tribunal de Justiça de São Paulo, primeiro alvo da corregedoria do CNJ.
Os juízes então passaram a acusar a ministra Eliana Calmon de quebrar o sigilo de todos os magistrados e servidores que foram alvo da varredura do Coaf, um total de mais 200 mil pessoas.
A ministra rebateu e disse que as acusações são uma maneira de tirar o foco da investigação do CNJ.

(Folha)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

ELIANA CALMON - UMA MULHER ENQUADRANDO A JUSTIÇA

O Brasil se levanta para defender ELIANA CALMON

Antevéspera de Natal... e as cidadãs e cidadãos brasileiros se mobilizam em defesa da GRANDE MULHER DA JUSTIÇA!

Os movimentos e manifestações explodem no Facebook e outras redes sociais!


Indignadas e Indignados, Injustiçadas e Injustiçados, às ruas, praças, nas redes sociais! Mobilização geral em defesa, apoio e solidariedade à GRANDE MULHER DA JUSTIÇA, Ministra ELIANA CALMON, pedra no sapato da bandidagem togada e ORGULHO DA MAGISTRATURA BRASILEIRA!!! 

Abra a Boca, Cidadão!

Postagem do Blog  - http://wwwcutucandodeleve.blogspot.com/

Dra. Eliana Calmon, uma grande brasileira

Fotos de Dener Giovanini
PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA DO BRASIL A CORRUPÇÃO NA JUSTIÇA ESTÁ SENDO DENUNC...IADA. E GRAÇAS AO EMPENHO DE UMA MULHER DE CORAGEM. VIVA ELIANA CALMON!

Mesa Diretora da Assembleia não empossa suplente Thiago Campelo


O presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio (PSB), orientado pela Procuradoria Jurídica da Casa, decidiu não empossar o suplente de deputado Thiago Campelo (PSDB), em substituição ao deputado Neném Coelho(PSD). Durante a manhã desta quinta-feira, Thiago Campelo esteve na Assembleia com o objetivo de assumir a cadeira, pois a Casa havia sido notificada ontem.
Após ser informado pelo próprio Roberto Cláudio de que ele não seria empossado, em cumprimento à decisão do desembargador Rômulo de Deus, Campelo declarou que “essa decisão do presidente da Assembleia, deputado Roberto Cláudio, desmoraliza e afronta não ao PSDB ou ao deputado suplente Thiago Campelo, mas, sim, ao Poder Judiciário e a sociedade cearense”. Para ele, “é lamentável que o Chefe do Poder Legislativo Estadual não cumpra uma decisão do Poder Judiciário”.
DETALHE – O tucano adiantou ao Blog que adotará as medidas judiciárias cabíveis, devido essa decisão do Presidente da Assembleia de não empossá-lo na vaga.

BLOG DO ELIOMAR

Congresso libera recursos para obras consideradas irregulares


Eduardo Bresciani, Estadão.com

A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional decidiu na quarta-feira, 21, liberar repasses de recursos do Orçamento de 2012 para 22 obras com indícios de irregularidades graves apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).
O relatório aprovado prevê a suspensão de repasse para apenas cinco obras. Presença frequente na lista de suspeitas do TCU, a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, mais uma vez foi salva pelos deputados e senadores.
Responsável pela elaboração do relatório, o deputado petista Weliton Prado (MG) argumentou que no caso das 22 obras liberadas a suspensão de repasse e a consequente paralisação traria maior prejuízo aos cofres públicos.
"A paralisação dos demais empreendimentos seria mais danosa à administração que sua continuidade diante do estágio de execução das obras e serviços e das providências já adotadas pelos gestores", justificou, em seu parecer.

BLOG DO NOBLAT

Congresso aprova Orçamento para 2012 e servidores ficam sem reajuste

Cristiane Jungblut e Chico de Góis, O Globo

Depois de um dia de impasse, o Congresso aprovou o Orçamento da União para 2012. O texto foi aprovado por deputados e senadores às 23h50 da quinta-feira, a dez minutos do prazo final, que acabava à meia-noite.
Por volta de 23h20, os parlamentares criaram as condições políticas para que o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), desistisse de derrubar a sessão e de impedir a votação do Orçamento.
O acordo foi de que a presidente deverá divulgar carta se comprometendo a abrir negociações com os aposentados sobre uma política de valorização permanente dos benefícios.
Mas, de concreto, o Orçamento da União não prevê reajustes para os servidores do Poder Judiciário e nem aumento real (acima da inflação) para os aposentados que ganham acima do salário mínimo.
O Congresso entra em recesso nesta sexta-feira. Agora, o projeto da lei orçamentária vai à sanção da presidente Dilma Rousseff. 
- Não é fácil o que vou dizer aqui, nem todos os líderes dos aposentados concordaram. A retirada do pedido de verificação de quorum, desde que fique claro que a presidente vai responder à carta da Cobap (associação dos aposentados) - disse Paulinho, sendo aplaudido pelos colegas.

BLOG DO NOBLAT

Charge de Chico Caruso

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará -ALMECE fará homem a Pe. Geovane Saraiva de Capistrano-Ce

TEM PREFEITURA DISTRIBUINDO REMÉDIO VENCIDO, EM BREVE TODOS OS DETALHES

Cesare Battisti: A liberdade pede passagem


CADÊ O PAÍS SEM POBREZA LULA E DILMA?: Censo: número de pessoas em favelas quase dobrou em uma década


Karine Rodrigues, O Globo

O Brasil tem 11,4 milhões de brasileiros, ou 6% da população do país, vivendo em favelas, os chamados "aglomerados subnormais", segundo dados do Censo 2010 divulgados ontem pelo IBGE.
Para efeito de comparação, é um contingente maior do que a população de Portugal (10,7 milhões) e mais de três vezes superior ao número de habitantes do vizinho Uruguai (3,3 milhões).
Em 2000, eram 6,5 milhões vivendo em moradias precárias, o que mostra que esse contingente quase dobrou no período — que abrange dois anos do governo Fernando Henrique e todos os oitos anos da gestão Luiz Inácio Lula da Silva.
Ao longo desses últimos dez anos, o número absoluto de habitantes em favelas cresceu 75%, desconsiderando o aumento da população brasileira no período, de 12,3%.

BLOG DO NOBLAT

Charge de Chico Caruso

Rebeldes do PMDB fazem nova investida para destituir Renan e Sarney

 
O grupo de senadores dissidentes do PMDB fez uma nova tentativa hoje de destituir Renan Calheiros (AL) da liderança do partido no Senado e José Sarney da Presidência do Casa. Os rebeldes tentaram convencer os senadores Eunício Oliveira (CE) e Vital do Rêgo (PB) a apoiar um rodízio anual na liderança do partido, e não a cada dois anos como acontece hoje. Com o apoio dos dois, o grupo teria maioria na bancada para reivindicar o revezamento. Presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Eunício afirmou a esta Coluna que não vai comprar briga com o comando da legenda na Casa. "Tenho mais um ano na presidência da CCJ, e estou bem lá. A comissão às vezes tem mais força que a própria presidência da Casa", concluiu. Em almoço com jornalistas, Renan disse que a bancada do PMDB está "unida e estável", mas que "é preciso atuar mais nos bastidores".
 
DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO

Concurso do Senado será investigado

 
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), terá que se explicar ao Ministério Público Federal (MPF) sobre a contratação de Florian Augusto de Abreu Coutinho Madruga, nomeado por ele em junho de 2010 para cargo de produtor de marketing. A procuradora da República Eliana Rocha instaurou um inquérito civil em junho de 2011 para apurar a suspeita de tráfico de influência na nomeação de Madruga, aprovado em concurso do Senado de 2008. O pai do rapaz, Florian Augusto Coutinho Madruga, era um dos seis integrantes da Comissão Especial do Senado responsável pelos procedimentos técnicos para realização do concurso de 2008. Informação da Revista Veja.
 
DO PORTAL DO CLAUDIO HUMBERTO