ABAS

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

MPF no Ceará pede na Justiça anulação do Enem

Estudantes que realizaram o Enem no Estado aguardam definição do MEC e da Justiça quanto ao Exame
ALEX COSTA (23/10/2011)


O Ministério Público Federal do Ceará (MPF-CE) pediu, na tarde de ontem, por meio de uma ação civil pública contra o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), a anulação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo Brasil ou, pelo menos, das 14 questões do exame que seriam iguais às divulgadas no material do Colégio Christus. A ação foi protocolada na Justiça Federal ontem. Mais de 5 milhões de pessoas fizeram a prova no País neste ano.

Na ação, é pedida ainda a suspensão da medida anunciada pelo Ministério da Educação (MEC) de anular as provas dos alunos do Colégio Christus que fizeram o Enem, realizado no último fim de semana.

Segundo o procurador federal no Ceará, Oscar Costa Filho, autor do pedido, a anulação total ou parcial do concurso seria uma decisão uniforme para todos os candidatos e corrigiria a quebra de isonomia que houve no Exame.

Para o procurador, a decisão do Inep nega a natureza do próprio Enem. "É um concurso nacional, mas o tratamento é de um concurso local. O que aconteceu afeta os candidatos de todo o País, que estão unificados juridicamente. Esses 639 alunos competem igualmente com candidatos de todo o País. Há esse problema de concepção.
Foi negada a natureza do concurso", explica Costa Filho.

FONTE: DIARIO DO NORDESTE

Nenhum comentário: