ABAS

terça-feira, 31 de maio de 2011

Rally denunciou buraqueira em Fortaleza, em breve Rally da buraqueira em Capistrano

O rali em Fortaleza foi promovido pelos mesmos realizadores do rali na BR-222, realizado no último dia 15. O objetivo, nos dois casos, foi chamar atenção para os buracos nas vias públicas.














Rally em Capistrano

Imagem de parte da estrada Sede de Capistrano Mazagão.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Frases de Paulo Freire o Eterno Mestre da Educação


























A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tam pouco a sociedade muda.

A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria.

Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.

Não há vida sem correção, sem retificação.

Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão.

Eu sou um intelectual que não tem medo de ser amoroso, eu amo as gentes e amo o mundo. E é porque amo as pessoas e amo o mundo, que eu brigo para que a justiça social se implante antes da caridade.

Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes.

“Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho.”

Educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante!

"A Educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tão poucoa sociedade muda"

A Educação qualquer que seja ela, é sempre uma teoria do conhecimento posta em prática.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Essa recebi por e-mail:Esse cidadão merece nossos aplausos


Odilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados.

Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade.

Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta.

Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens.

Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade.

'A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.'.


Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.


Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12..832 hectares, 3 mansões - uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões - 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas. Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte.

'Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.' No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. 'Estou valorizado', brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.

Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. 'No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.' É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarrotado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal. O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família - mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande.. O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. 'Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada.'


Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e sai a escolta. 'Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.' Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso.. Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu 'bunker', auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.


Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o 'rei da soja' no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. 'As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.' O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha 'dever de ofício' enfrentar o narcotráfico. 'Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança..'


ESTE MERECE NOSSOS APLAUSOS!

POR ACASO A MÍDIA NOTICIOU ESSA BRAVURA QUE O BRASIL PRECISA SABER?POR FAVOR, FAÇA A SUA PARTE! CLICA EM ENCAMINHAR !!

terça-feira, 24 de maio de 2011

PREFEITO DE CAPISTRANO PROMETE INSTALAÇÃO DE FÁBRICA NO MUNICIPIO

Em recente discurso na Câmara Municipal de Capistrano, o Prefeito Claudio Saraiva fez mais uma promessa aos capistranenses, dessa vez a instalação de uma fábrica da marca de colchões “Soft Pluma”. Estamos na torcida para que essa informação tenha consistência, que não seja mais uma das promessas na vasta coleção do Prefeito. Capistrano precisa muito da geração de emprego e renda. Sou oposição a esse governo e não ao povo capistranense. Portanto, espero que essa fábrica seja o quanto antes montada para o bem de nossos conterrâneos.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Primeira Batalha do Vozão: Ceará 0 X 0 Coritiba

Ontem, estive ao lado do meu grande amigo e mestre Padre Haroldo Coelho no Estádio Presidente Vargas-PV, na torcida pelo nosso querido Ceará. Padre Haroldo que é torcedor do Ferroviário fez muito sucesso durante o jogo com um cartaz que tinha escrito: Sou Ferrão, Hoje Ceará. O jogo foi muito bom e tudo continua em aberto. Com o empate de O X O - na próxima partida qualquer empate com gols classifica o alvinegro. Vamos lá vozão rumo ao titulo da Copa do Brasil.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Governo Municipal de Capistrano não toma nenhuma medida para melhorar o sistema de saude.
















Mesmo diante das constantes criticas a saúde municipal a prefeitura não vem tomando nenhuma uniciativa para melhorar tal deficiência. É lamentável sabermos que o Senhor Prefeito e seus auxiliares demonstram uma completa falta de compromisso com Povo de Capistrano. Agora, o que eles esquecem é que o eleição se aproxima e os cidadãos não vão permitir que vexame continue.

sábado, 14 de maio de 2011

Capistrano Recebe Projeto Esporte na Minha Cidade



O projeto do Governo do Estado Esporte na Minha Cidade tem movimentado o Interior e a Capital mostrando a importância do esporte para a qualidade de vida das pessoas com uma estrutura completa para a realização de atividades esportivas, gincanas culturais, cursos de capacitação e oficinas ligadas ao desenvolvimento esportivo.
O projeto já trouxe atletas como o maratonista e medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro; o jogador de vôlei campeão olímpico e mundial, Nalbert; o pentacampeão mundial de skate, Sandro Dias; a velejadora medalhista de bronze nas Olimpíadas de Pequim 2008, Isabel Swan; o judoca medalhista olímpico, Flávio Canto; a tetracampeã mundial de vôlei de praia Juliana; o mesa-tenista hexacampeão latino-americano Hugo Hoyama, entre outros. Os municípios já contemplados foram: Limoeiro do Norte, Quixadá, Quixeramobim, Crateús, Iguatu, Jaguaribe, Icó, Tianguá, Santa Quitéria, Morada Nova, Brejo Santo, Campos Sales e Cascavel.
O projeto está de volta. O pontapé inicial será dado neste fim-de-semana na cidade de Capistrano. A permanência em Capistrano vai da sexta (13) até o próximo domingo (15), a população poderá participar de competições esportivas e de cursos de formação e capacitação oferecidos pela Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte). Para a abertura do evento estão programadas apresentações culturais. As atividades iniciam no sábado e são divididas em três blocos: lazer, práticas esportivas, e formação e capacitação. A partir das 8 horas, as crianças poderão usufruir de brinquedos como cama elástica, pula-pula, piscina de bolinha, escalada, além de aulas recreativas de ginástica, dança, alongamento e artes marciais.

ANALISANDO A NOTICIA:

Diferentemente do que algumas pessoas ligadas ao Governo Municipal afirmaram que Capistrano era a primeira Cidade a receber o Projeto do Governo do Estado, esclarecemos que outras cidade já receberam tal Projeto. Agora, Capistrano é a primeira cidade a ser visitada pelo programa em 2011. Parabenizamos o Governo do Estado do Ceará pelo Projeto tão oportuno.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Família Carente de Capistrano não é amparada pela Prefeitura.





Estive visitando uma família muito carente na minha querida Cidade de Capistrano. Trata-se da família da Dona Cícera Maria que reside na Comunidade do Japão. Fiquei constrangido diante de tanta miséria e pobreza e, sobretudo, de saber que a mesma não está recebendo nenhuma assistência da Prefeitura Municipal. Dona Cícera Maria vive com suas duas filhas em um Pequeno casebre extremamente deteriorado e muito precário. Inclusive, depois da minha estada tomei conhecimento que parte da casinha caiu e o Município ainda não tomou nenhuma atitude em prol dessa família. Lamentamos que o poder municipal não tenha demonstrado compromisso com a realidade daquela família capistranense. Pois não é favor, e sim a execução das Políticas Publicas Sociais, que em Capistrano só estão nos discursos do executivo.

terça-feira, 10 de maio de 2011

População de Capistrano está comovida diante das perseguições políticas ao Dr. Emetério

A População de Capistrano está comovida diante das perseguições políticas ao Dr. Emetério (médico) pelo Prefeito Cláudio Saraiva. Muitos populares vêm manifestando solidariedade tanto ao Dr. Emetério bem como a Frente de Oposição ao atual Governo. Vale ressaltar que, tais perseguições têm como origem o desespero da atual administração que não se conforma com a rejeição da maioria da população. Eles tentam de todas as formas calar as vozes daqueles que não concordam com o “desmantelo” que toma conta do município de Capistrano. Através de sua assessoria de imprensa, a Prefeitura não sabe fazer outra coisa, se não tentar mostrar uma imagem da Cidade que não condiz com a realidade. Para aqueles que não acreditam, basta conversar com os cidadãos conscientes de Capistrano. Em breve mostraremos a situação de abandono de uma família que não vem recebendo nenhuma assistência do Município.

sábado, 7 de maio de 2011

Perseguição Política em Capistrano




O Governo Municipal de Capistrano liderado pelo Prefeito Cláudio Saraiva vem praticando grandes contradições e cada vez mais se projetando como a pior administração na História do Município. A população vem reclamando freqüentemente da ausência de ações governamentais essenciais. Nos últimos dias mais uma vez tal desgoverno resolveu mostrar sua cara novamente, desta vez uma perseguição política e desumana para com o nosso companheiro e amigo Dr. Emetério que, está sendo proibido pelo Prefeito de atender o povo no principal Posto de Saude do Município. “Essa arbitrariedade, típica dos períodos da ditadura, agora está sendo revivida pela administração do Prefeito Cláudio Saraiva, tais atitudes tem como alvo, calar o movimento de oposição em Capistrano”.(Trecho da Nota de Solidariedade ao Dr. Emetério divulgada pela Frente de Oposição em Capistrano).

FRENTE DE OPOSIÇÃO EM CAPISTRANO DIVULGA NOTA DE SOLIDARIEDADE AO DR. EMETÉRIO

FRENTE DE OPOSIÇÃO EM CAPISTRANO























NOTA DE SOLIDARIEDADE AO DR. EMETÉRIO

A Frente de Oposição ao Atual Governo Municipal de Capistrano vem a público realizar o seu mais veemente protesto contra as perseguições políticas ao valoroso companheiro Dr. Emetério, homem íntegro e Médico comprometido com o Povo. Essa arbitrariedade, típica dos períodos da ditadura, agora está sendo revivida pela administração do Prefeito Cláudio Saraiva, tais atitudes tem como alvo, calar o movimento de oposição em Capistrano.Nós, que fazemos Parte da Frente de Oposição, prestamos incondicional solidariedade ao Dr. Emetério e nos comprometemos a continuar lutando por um Capistrano melhor para todos.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

OAB-CE REALIZOU VIGÍLIA EM DEFESA DA JUSTIÇA









Pela primeira vez na história, a Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Ceará, (OAB-CE) realizou vigília de 24 horas no Fórum Clóvis Beviláqua em protesto contra a morosidade no Judiciário cearense. O ato cívico, promovido pelo movimento Justiça Já, terá início às 15 horas desta terça-feira, 3, e se estenderá até as 15 horas do dia seguinte. Advogados e advogadas, além de integrantes do Fórum Estadual Permanente em Defesa da Justiça, membros de Comissões da Ordem, FESAC, CAACE, Subsecções, se revezarão acompanhadas de 24 velas que serão apagadas a cada hora. A proposta é chamar a atenção da sociedade para melhorar a situação da Justiça Estadual.

A preocupação da OAB-CE é garantir o funcionamento do Fórum, que há meses está parado. Na quinta maior Capital do Brasil, a Justiça Comum Estadual funciona precariamente. Faltam juízes e servidores nas Varas de Fortaleza e Comarcas do Interior; a virtualização não está atendendo às expectativas, causando dificuldades de acesso aos processos; demora excessiva nos julgamentos; precariedade da estrutura material e recursos humanos; e atraso nas obras de reforma do prédio do Clóvis Beviláqua. Esta situação foi constatada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que há dez dias divulgou relatório apontando quadro caótico na justiça cearense.
A OAB-CE entende que somente a união de todos poder-se-á alterar este quadro tão danoso àqueles que buscam uma prestação jurisdicional efetiva, rápida e coletiva. De acordo com o coordenador do movimento Justiça Já e secretário executivo do Fórum, Edimir Martins, o ato cívico significa um alerta a todos que direta ou indiretamente cobram uma justiça célere e eficiente. Eu acredito que a problemática do Judiciário tem solução, mas será necessário que todas as forças estejam juntas para este grande desafio”.

Fonte: justicaja.blogspot.com

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Internacional: Ayman al-Zawahiri deverá suceder Osama Bin Laden



















Sheikh Ayman al-Zawahiri é um médico egípcio e proeminente membro da organização terrorista al-Qaeda. Com a morte de bin Laden tornou-se o homem mais procurado do mundo em 2011.
Em 1998 ele fundiu a Jihad islâmica egípcia formalmente com a al-Qaeda. De acordo com relatórios de um anterior membro da al-Qaeda, ele trabalhou na organização al-Qaeda desde o seu começo e era um membro sênior do conselho de shura do grupo. Ele é descrito freqüentemente como um "lugar-tenente" à cabeça da al-Qaeda.
BiografiaAyman al-Zawahiri nasceu numa família de classe média proeminente em Maadi, Egito, um subúrbio do Cairo, e teve aparentemente uma mocidade estudiosa. O pai dele, Mohammed Rabie al-Zawahiri, era um farmacêutico e um professor que vinha de uma família grande de doutores e estudiosos, enquanto a mãe dele, Umayma Azzam veio de um rico e elegante clã. Sendo um pouco rato de biblioteca, era excelente na escola, amava poesia e teve um grande afeto à sua mãe. Ele cresceu mais religioso que a família relativamente secular dele, e aos quatorze anos uniu-se a um grupo de Islamistas chamado a Irmandade Muçulmana (al-Ikhwan al-Muslimin), e tinha se tornado um estudante e seguidor de Sayyid Qutb.

Al-Zawahiri estudou comportamento, psicologia e farmacologia na Universidade do Cairo e forma-se em 1974, e ganhando um grau de Mestres em cirurgia em 1978. Em 1979 ele tinha passado para a Jihad islâmica muito mais radical onde ele se tornou um de seus organizadores principais e recrutador eventualmente. Ele era um em centenas que foram presas depois do assassinato de Anwar Sadat. No entanto, o governo egípcio estava impossibilitado de provar alguma conexão entre al-Zawahiri e o assassinato por isso ele foi libertado depois de servir algum tempo na prisão por posse ilegal de armas.

Nos anos 80 ele viajou para o Afeganistão para participar na resistência dos mujahideens contra a ocupação da União soviética. Lá ele conheceu Osama Bin Laden, que estava dirigindo uma base para mujahideens chamada Maktab al-Khadamat (MAK) ambos trabalharam debaixo da tutela do palestiniano Abdullah Yusuf Azzam.

Em 1990 Al-Zawahiri voltou ao Egipto onde continuou a instigar a Jihad islâmica em direções mais radicais que empregavam os conhecimentos e táticas que aprendera no Afeganistão. Em 1997, foi considerado o responsável pela matança de 62 turistas estrangeiros na povoação egípcia de Luxor, por isso foi condenado a morte por um tribunal militar egípcio.

Em 1998, emitiu juntamente com Osama bin Laden uma fatwa conjunta intitulada "Frente Islâmica Mundial contra Judeus e Cruzados", que foi um passo importante para ampliar os seus conflictos a uma escala mundial.

Em Dezembro de 2001, ele publicou o livro Cavaleiros Debaixo da Bandeira do Profeta que esboça a ideologia da Al-Qaeda. Foram publicadas traduções inglesas deste livro, mas é atualmente difícil de localizar devido a razões de segurança.

Depois da invasão norte-americana do Afeganistão, o paradeiro de al-Zawahiri é desconhecido. Parece provável que ele ficou com Bin Laden na região fronteiriça do Afeganistão com o Paquistão. A 3 de dezembro de 2001, foram lançados ataques aéreos contra um complexo de cavernas perto de Jalalabad. A esposa de Zawahiri, e os seus três filhos foram alegadamente mortos neste ataque.

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Ayman_al-Zawahiri