ABAS

sábado, 30 de abril de 2011

Por que tanta corrupção no Brasil?






















A corrupção no Brasil afeta significativamente a vida dos cidadãos brasileiros.
Segundo o relatório anual Assuntos de Governança, publicado desde 1996 pelo Banco Mundial, há uma uma curva descendente no índice que mede a eficiência no combate à corrupção no Brasil. O índice, que avalia 212 países e territórios, registra queda contínua da situação brasileira desde 2003, tendo atingido seu pior nível em 2006, quando atingiu a marca de 47,1 numa escala de 0 a 100 (sendo 100 a avaliação mais positiva). Mesmo se comparado a outros países da América Latina, o Brasil ficou numa posição desconfortável: Chile, Costa Rica e Uruguai obtiveram nota 89,8.[1]
O índice do Banco Mundial mede a percepção dominante entre ONGs e agências internacionais de análise de risco, sobre a corrupção vigente num determinado país[2]. Por isso alguns questionam a influência no índice de uma maior atuação fiscalizadora da imprensa e dos órgãos policiais, em especial a Polícia Federal, que desde 2003 realizou mais de 300 operações.[3]
Um estudo da Fiesp apontou que o custo anual da corrupção no País gira em torno de 41,5 e 69,1 bilhões de Reais,
Impunidade
Um dos principais problemas que dificultam o combate à corrupção é a cultura de impunidade ainda vigente no país. A justiça é morosa, e aqueles que podem pagar bons advogados dificilmente passam muito tempo na cadeia ou mesmo são punidos. Além disso, o fato de os políticos gozarem de direitos como o foro privilegiado e serem julgados de maneira diferente da do cidadão comum também contribui para a impunidade. Segundo o advogado e político brasileiro Tarso Genro-atual governador do RS, "a demora no processo está vinculada à natureza contenciosa, que assegura direitos para as partes de moverem até o último recurso."[5]
Em estudo divulgado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), foi revelado que entre 1988 e 2007, isto é, um período de dezoito anos, nenhum agente político foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Durante este período, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou apenas cinco autoridades.
Combate
Por parte da sociedade civil, instituições como a Transparência Brasil fazem o seu papel de denunciar e combater as manifestações de corrupção.[7]
Um outro instrumento eficaz no combate à corrupção é a transparência. Conforme indica o economista Marcos Fernandes da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, "para combater a corrupção, é preciso ter políticas de longo prazo, preventivas, é preciso fazer uma reforma administrativa(...). Disseminar a bolsa eletrônica de compras, informatizar os processos de gestão, permitir que o cidadão fiscalize a execução orçamentária on-line".

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrup%C3%A7%C3%A3o_no_Brasil

3 comentários:

oswaldo de toledo de carvalho disse...

Boa Alexandre,estamos no páreo,com possibilidade de sermos campeões mundiais de corrupção.Brasil(cantiga)-NÃO há ó gente oh ñ lugarcomoesteemquestão-Bis-Eu estive envergonhado com polícia,com acâmara e com osenado,mas tudo que enche derrama eo povo já esta cansado Veja o que o povo trama:Vai contar tudo pro papa,Tim tim por timtim-nalata.

oswaldo de toledo de carvalo disse...

Com paz,tolerância e serenidade,Mas buscando algum êxito Aconselha a Santidade Uma consulta ao exército,Às armas da legalidade,Um gerneral e seu séquito,todos bem intensionados,Em órdem e perfilados-Adivertirão por certo Aos que estejam por perto Do roubo e corrupção.Que se acautelem de tudo Porque o povo que era mudo Agora exige punição. (segue).

Oswaldo disse...

Mas exige com medo,Como se nota e se vê. Se ao Lula falta um dedo, Sobram dedos ao PT,A apontarem um enrêdo Que incrimine a você,Por fomentar uma ação- Que acabasse a corrrupção.---PS. Alexandre, nossas manifestações têm somente a função de desabafo,e, nenhum outro efeito. A imoralidade domina de forma absoluta os poderes todos no Brasil