ABAS

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Governo equatoriano denuncia ao mundo tentativa de golpe de Estado












A Chancelaria do Equador expressou sua rejeição categórica à toda tentativa de desestabilização da ordem democrática no país, legitimado pela vontade popular e Constitucional, e alertou ao mundo essa situação.

Em um comunicado oficial convocou-se todos os equatorianos e equatorianas, bem como à Comunidade Internacional a estarem vigilantes frente à tentativa de golpe de Estado no Equador.

Reiterou que os interesses particulares de determinados grupos não podem estar acima dos interesses gerais de todo o país, e expressou seu desejo de que o diálogo e o interesse comum, prevaleçam sob o objetivo de fortalecer a democracia no Equador.

A secretaria de Comunicação da Presidência reiterou a denúncia, ante a tentativa de desestabilização do sistema democrático equatoriano, ocasionado pela insubordinação de elementos da força pública.

Destaca que o Governo do presidente Rafael Correa, desde o triunfo da vontade popular nas urnas, tem gerado e liderado um processo histórico de mudança política, social e econômica, que tem beneficiado os setores menos favorecidos, garantindo seus direitos e todas as liberdades.

A luta da Revolução Cidadã transcende o espaço nacional e insere-se na luta dos povos do sul pela democratização do sistema internacional, agregou a nota.

O presidente tem chamado a manifestar o apoio ao projeto, porque a sociedade não aceitará a destruição do projeto que tanto tempo e esforço tem custado instaurar, o qual tem recebido o apoio em várias ocasiões da maioria dos equatorianos, concluiu.

Nenhum comentário: